1 comentário:
De Zé das Esquinas o Lisboeta a 18 de Abril de 2010 às 11:07
"Há muitos cidadãos convictamente de esquerda neste nosso país."

Não sei não. Os que conheço estão a ficar velhos e cansados de 'tudo' isto. São desencantos, desilusões e descrença no futuro.

"Mas entre eles é demasiado grande o número daqueles que, aceitando bater-se por aquilo em que acreditam, são incapazes de juntar as suas forças àqueles outros que, pensando quase como eles, têm contudo algumas diferenças."

O sistema está feito para dificultar o aparecimento e a solidificação de poderes paralelos ou que venham a por em causa os poderes instituídos.
E depois, tem-se verificado que quando pequenas franjas de intelectuais ou vozes discordantes começam a ter notoriedade, são convidadas a integrar o sistema e logo logo se apagam.

Ou como diria o meu pai: O problema está quando o proletariado atinge o poder porque deixa de ser proletariado. Ou torna-se nos outros... poder.



Comentar post