De CORRECÇÃO a 27 de Julho de 2009 às 11:49
A defesa da legalização da Interrupção Voluntária da Gravidez (aborto) foi também defendida pelo BE, pela CDU e pelos Verdes, isto para falar dos partidos políticos com acento na Assembleia da República, mas sobretudo pela SOCIEDADE CIVIL.
O fim do divórcio litigioso, de que ainda desconhecemos os efeitos, não tem qualquer contributo expressivo para a sociedade portuguesa, já que os divórcios litigiosos não representavam 2% do total de divórcios praticados, ou seja, menos de 2000.
Quanto ao casamento entre homossexuais vai ser difícil, porque o conceito de casamento implica uma união entre pessoas do mesmo sexo. A verificar-se será sempre uma versão adulterada do casamento. Já será possível a atribuição dos mesmos direitos e deveres por via legal, á união entre pessoas do mesmo sexo. Mas também aqui há um forte apoio da sociedade civil e de outros partidos da esfera política nacional.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres