Um silêncio demasiado pesado

A polémica que envolve um hipotético convite do PS a Joana Amaral Dias para que esta fosse a número dois do partido em Coimbra nas listas de deputados, em troca de um lugar num instituto público (IDT), atingiu um nível de absurdo inaceitável. Entre duras trocas de acusações, suspeitas e sucessivos desmentidos, só a própria pode tirar todas as dúvidas. Portanto, a militante bloquista deveria já ter vindo a público esclarecer tudo o que há para esclarecer: houve ou não convite, quem a convidou e em que termos e qual foi a sua resposta e reacção. Não o ter feito ainda, com o avolumar de suspeitas dos últimos dias, está tornar o seu silêncio ensurdecedor.

Em nome da transparência que deve marcar a vida política nacional - ainda mais quando o País está mergulhado, desde há tempos, em pré-campanha eleitoral e faltam apenas dois meses para as legislativas. E da responsabilidade a que estão obrigados dois partidos com o peso político de PS e Bloco de Esquerda - este último alterna entre terceira e até segunda força em algumas localidades -, está mais do que na altura de colocar ponto final nesta guerrilha.

O caso é grave seja qual for o ângulo pelo qual o analisemos: se houve convite do PS, feito pelo líder ou por alguém por si mandatado, e se esse convite incluía, como moeda de troca, um lugar num organismo público, estaremos a falar de um chocante caso de tráfico de influências, que terá de ser investigado. Caso contrário, as acusações de Francisco Louçã não são dignas - têm um claro objectivo político - e atentam contra o bom-nome e a honra dos envolvidos. Alguém está a faltar à verdade nesta história. E só Joana Amaral Dias pode dizer quem. Independentemente de ter de deixar mal alguém, está na hora de o fazer. [Diário de Notícias]



Publicado por JL às 00:05 de 29.07.09 | link do post | comentar |

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO