3 comentários:
De Zé das Esquinas o Lisboeta a 2 de Setembro de 2009 às 18:22
O grande educador...
era o Arnaldo de Matos e foi o que se viu.


De rosa a 1 de Setembro de 2009 às 17:25
" Mas será que as piscadelas de olho convencem alguém "
Em política parece-me que muita gente anda convencida que sim.
Será restos do marialva?
Sinceramente a pouco de um mês haverá algum professor que vai mudar a sua intenção de voto.
Mal deste povo tendo como professores essa espécie.
Honra nos seja feita, ainda sabemos o que queremos senão não éramos educadores de verdade.


De anónimo a 1 de Setembro de 2009 às 15:01
Gostei.
«...é preciso outro modelo de desenvolvimento, mais social, mais ambiental, com a economia e as finanças mais controladas pelo Estado e com regras éticas, que acabem com as especulações criminosas, com os off-shores, com as negociatas e as roubalheiras.
...
oportunistamente, tentar caçar votos descontentes: os professores, como se os sindicalistas fossem parvos e não conhecessem a Dr.ª Manuela do tempo de ministra da Educação; os magistrados, parecendo desconhecer que os prazos processuais já existem e não se cumprem (não há aliás uma palavra sobre como se podem vir a cumprir); os polícias; os médicos e os enfermeiros; etc.
...
convencem alguém? Quando, ao mesmo tempo, se advoga o enfraquecimento do Estado em matéria de segurança social, de saúde, de educação, de trabalho, de ambiente, para que os privados se possam expandir. Não faz sentido.
...»


Comentar post