3 comentários:
De Fundamentalistas? Sem dúvida a 20 de Setembro de 2009 às 13:02
Será que não há quem neste BLOG queira analisar o que deve ser analisado, nomeadamente as propostas dos programas políticos?
Será que existe apenas para o acessório e para a chicana política?
É lamentável, mas espelha bem o que é a militância fundamentalista.


De DD a 20 de Setembro de 2009 às 21:32
Mas onde estão as propostas políticas da opposição?

Para além de algumas fantasias e uma pequeníssimas coisas não há nada.

Apenas o PS propõe o trabalho como solução para crise; trabalho nas energias renováveis, nos novos hospitais, novas escolas, novas estradas, apoio ao fabrico de baterias para viaturas eléctricas e desejo que em Portugal estas sejam fabricadas, fábrica de componentes para aviões da Embraer em Évora, mais de 10 programas de apoio às PME e às empresas em geral, incluindo o apoio à fusão de empresas porque a exportação passa por empresas de média a grande dimensão e nunca por pequeníssimas empresas com menos de 50 trabalhadores, etc., etc.

O PS prtende continuar a importante reforma do Estado com a sua total informatizção que me permitiu pagar o selo do carro, há dias, pela Internet e obter uma caderneta predial actualizada também pela Net e imediatamente, etc, etc.

O PS pretende informatizar a justiça para a tornar mais eficiente e elaborar um novo mapa jurídica que permita ao País ter tribunais mais especializados e, como tal, mais competentes, etc., etc.

Ninguém fala nisso. Só ideias vagas e acusações absurdas.

Os partidos da oposição não têm programas credíveis.


De anónimo a 21 de Setembro de 2009 às 14:41
Bem observado.
Mas, para analisar propostas de programas políticos, era importante existirem algumas condições:
- propostas de jeito, completas, claras, precisas, integradas, fundamentadas ... (que respondessem a: quem? quando? o quê? quanto? como? porquê? onde? ... e porque não outras opções) ... nos programas de cada partido.
- houvesse interesse nisso, por parte dos partidos e da maioria dos cidadãos, ...
- existisse literacia ...


Comentar post