Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

 

Em frente ao País, Cavaco Silva quis ralhar com as pessoas que com ele trabalham. Para dizer que só os seus Chefes das Casas Civil e Militar é que podem falar por si (para além do próprio) era melhor ter feito uma reunião de pessoal, em Belém, em vez de estar a alvoraçar a política nacional com questões de funcionamento interno.

O resto foi ainda mais lamentável. Não esclareceu o que devia. Nada assumiu – atirou as culpas para os jornalistas. Dilatou as suspeições acerca de novas vigilâncias: desta vez já não são as escutas mas os emails. E varreu definitivamente os temas locais da campanha das autárquicas.

Julgava que Cavaco Silva iria evitar mais ruído escusado – infelizmente enganei--me. Pela primeira vez, tive vergonha de ter votado neste Presidente.

[Correio da Manhã, Carlos Abreu Amorim]



Publicado por JL às 11:09 | link do post | comentar

3 comentários:
De Não dou para este 'peditório' a 30 de Setembro de 2009 às 15:16

Acabem lá com estas palhaçadas e dediquem-se a Política a sério.


De Zé das Esquinas o Lisboeta a 30 de Setembro de 2009 às 16:37
Mas porquê?
Se os políticos que deviam ser a sério só fazem "palhaçada", porque é que o povo tem de ser sério na política?


De DD a 30 de Setembro de 2009 às 22:59
Toda a gente, menos Cavaco, sabe que a Net com e.mails e tudo o mais passa por servidores centrais onde o material fica em fila de espera durante um tempo curto até encontrar a porta de saída e a da entrada, ou seja, o endereço definitivo.

Teoricamente, quem gere os servidores pode ter acesso ao material que por lá passa. A única maneira de o impedir é utilizar cifras, as quais podem ser sempre descodificadas, mas exigem capacidades importantes para tal, pelo que só serviços secretos o podem fazer, mas nunca com grande facilidade. O mesmo se passa com os telemóveis que podem ser ouvidos pelas respectivas empresas, etc.
Tudo é vulnerável. Só que ninguém tem interesse em escutar e ler os e.mails do Cavaco, a não ser que tenha uma vida política secreta e insusceptível de vir a pública porque ilegal ou coisa no género.

A participação dos seus assessores em reuniões partidárias e no programa do PSD foi noticiada no próprio site do PSD. O ex-ministro Sevinate Pinto e actual assessor de Cavaco fez violentos ataques ao ministro da Agricultura em reuniões do PSD. Está no seu direito como estão no seu direito deputados PS de criticarem este facto e outros. Cavaco foi ambíguo. Falou no e.mail trocado entre dois jornalistas, colocou em dúvida a sua veracidade e logo a seguir falou na vulnerabilidade dos seus e.mails .
Parece que estava a dizer que aquilo foi retirado do computador do Cavaco.
Será que era isso que o PR queria dizer?
O PR aparenta estar no início de uma patologia qualquer.


Comentar post

MARCADORES

administração pública

alternativas

ambiente

análise

austeridade

autarquias

banca

bancocracia

bancos

bangsters

capitalismo

cavaco silva

cidadania

classe média

comunicação social

corrupção

crime

crise

crise?

cultura

democracia

desemprego

desgoverno

desigualdade

direita

direitos

direitos humanos

ditadura

dívida

economia

educação

eleições

empresas

esquerda

estado

estado social

estado-capturado

euro

europa

exploração

fascismo

finança

fisco

globalização

governo

grécia

humor

impostos

interesses obscuros

internacional

jornalismo

justiça

legislação

legislativas

liberdade

lisboa

lobbies

manifestação

manipulação

medo

mercados

mfl

mídia

multinacionais

neoliberal

offshores

oligarquia

orçamento

parlamento

partido socialista

partidos

pobreza

poder

política

politica

políticos

portugal

precariedade

presidente da república

privados

privatização

privatizações

propaganda

ps

psd

público

saúde

segurança

sindicalismo

soberania

sociedade

sócrates

solidariedade

trabalhadores

trabalho

transnacionais

transparência

troika

união europeia

valores

todas as tags

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

RSS