Prioridade ao transporte público

1. A vitória da coligação Unir Lisboa, nas próximas autárquicas, será também a vitória de uma política de prioridade ao transporte público sobre uma política de prioridade ao automóvel. Uma vitória de programa e não “apenas” de liderança. Se quisermos uma cidade mais agradável e sustentável, precisamos de menos carros e de mais transportes públicos. E não só de menos carros em circulação: qualquer pessoa que visite qualquer cidade do Norte da Europa pode experimentar as vantagens de circular num espaço urbano menos saturado de carros estacionados na via pública.

2.Se quer um túnel vá de metro” é, por isso, uma frase feliz, que resume todo um programa alternativo de organização da cidade. Lisboa deve concentrar o essencial dos recursos de que dispuser no domínio da circulação para investir em infra-estruturas para o transporte público. A questão é técnica mas também social: só com mais transporte público é possível construir um espaço público mais sustentável, e só com mais transporte público é possível garantir mais equidade nos resultados do investimento dos dinheiros públicos.

3.Se quer um túnel vá de comboio” podia ser, por analogia, a reivindicação-chave de uma nova política nacional de transportes e obras públicas. Lisboa não pode transformar-se numa aldeia gaulesa cercada por auto-estradas pejadas de carros…

[O Canhoto, Rui Pena Pires]



Publicado por JL às 00:05 de 07.10.09 | link do post | comentar |

2 comentários:
De Prioridade aos transportes publicos já a 8 de Outubro de 2009 às 17:22
Mais, tanto o Metro como a carris bastante precisam de clientes; primeiro porque são empresas publicas, seguundo porque têm feito bastantes investimentos, terceiro porque empregam muitos trabalhadores, quanto porque continuam, ainda, a dar prejuizos e o aumento de passageiros não tem acompanhado o esforço de investimentos.

Acrescem, ainda e não menos importantes, razões ecologicas e de mobilidade.


De Zé T. a 7 de Outubro de 2009 às 12:55
Plenamente de acordo:
é preciso mais METRO (mais rede, mais linhas, mais estações, mais túneis) nas cidades ... e mais comboios entre cidades...

E por isso mesmo é que se deve privilegiar a opção «METRO» sobre o «Eléctrico rápido» ,
e deste sobre o «autocarro »,
e deste sobre os «automóveis» privados.
Claro que os investimentos são grandes mas os benefícios a médio e longo prazo são muito mais compensadores.

Por outro lado, verifica-se que muitas das actuais vias públicas urbanas, difícil ou raramente permitem destinar faixas exclusivas para «bus» ou para «eléctrico» ...
contemplando também (algum) trânsito de automóveis privados, +
ciclovias, estacionamento, árvores, passeios para peões,
+ sinais verticais, postes, caixas de electricidade e de telecomunicações, papeleiras, caixotes do lixo, vidrões, ... - tudo à superfície !


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO