2 comentários:
De Prioridade aos transportes publicos já a 8 de Outubro de 2009 às 17:22
Mais, tanto o Metro como a carris bastante precisam de clientes; primeiro porque são empresas publicas, seguundo porque têm feito bastantes investimentos, terceiro porque empregam muitos trabalhadores, quanto porque continuam, ainda, a dar prejuizos e o aumento de passageiros não tem acompanhado o esforço de investimentos.

Acrescem, ainda e não menos importantes, razões ecologicas e de mobilidade.


De Zé T. a 7 de Outubro de 2009 às 12:55
Plenamente de acordo:
é preciso mais METRO (mais rede, mais linhas, mais estações, mais túneis) nas cidades ... e mais comboios entre cidades...

E por isso mesmo é que se deve privilegiar a opção «METRO» sobre o «Eléctrico rápido» ,
e deste sobre o «autocarro »,
e deste sobre os «automóveis» privados.
Claro que os investimentos são grandes mas os benefícios a médio e longo prazo são muito mais compensadores.

Por outro lado, verifica-se que muitas das actuais vias públicas urbanas, difícil ou raramente permitem destinar faixas exclusivas para «bus» ou para «eléctrico» ...
contemplando também (algum) trânsito de automóveis privados, +
ciclovias, estacionamento, árvores, passeios para peões,
+ sinais verticais, postes, caixas de electricidade e de telecomunicações, papeleiras, caixotes do lixo, vidrões, ... - tudo à superfície !


Comentar post