De jojoratazana a 13 de Novembro de 2009 às 00:18
Que grande combate vai por essa blogofera entre os PS e os PSD.
Para saberem quem tem mais corruptos,
para mim estão empatados.
Mas os cúmplices são muitos.
Pobre Portugal.



De vamos desVENDAr a 13 de Novembro de 2009 às 10:06
O CASTENDO
Vamos desvendar a «Face Oculta»
publicado por António Vilarigues às 2009-11-12 18:04:29

Gostaria de ter escrito ISTO:

«Nós queremos saber o que se passou no BPN.
Por que razão foi Dias Loureiro tão protegido durante tanto tempo por Cavaco Silva.
Queremos saber quem estabeleceu o preço de venda das acções da Sociedade Lusa de Negócios de que Cavaco Silva e Família eram proprietários.
Queremos saber se houve transacções na mesma data de acções daquela empresa pelo mesmo preço.
Queremos saber por que preço, e segundo que critérios, comprou Arlindo Cunha bens dos ex-IPE e quem lhos vendeu quando Manuela Ferreira Leite era Ministra das Finanças. Queremos saber o que se passa com o negócio dos submarinos.

(...)

É evidente que nós não queremos saber nem conhecer nada que diga respeito à vida privada do Primeiro-Ministro. Nós queremos saber que razões levaram os investigadores a extrair certidões das conversas que Sócrates teve com os investigados.
E isso vamos ter que saber.

(...)

Sócrates só tem uma saída:
mandar publicar as conversas.
Se o não fizer só lhe resta, mais tarde ou mais cedo, uma outra, essa sem retorno!»

............gostei de ler e recomendo o ''Castendo'', onde cheguei via ''jojoratazana''..........




De DD a 14 de Novembro de 2009 às 23:37
É pouco provável que Sócrates tenha gravado as suas conversas telefónicas, pelo que não as poderá publicar, a não ser que lhe sejam entregues pelo PGR.
O Supremo não as considerou válidas e, antes disso, antes de 3 de Stembro, já o PGR as tinha considerado como pouco relevantes na comunicação que acompanhou a entrega ao Supremo, em Julho passado.
Depois apareceram umas coisitas que parece serem ainda menos relevantes.

Sócrates falou com o Vara para colher informações com utilidade POLÍTICA. E isso não é da conta dos tribunais.
Assim, se Sócrates fosse portador de uma carteira de títulos da TVI ou Media Capital, certas informações dadas por um banco podem ser consideradas ilícitas, mas se forem para avaliação política da situação global de um sector, ninguém tem nada com isso nem tem de saber.



De Izanagi a 15 de Novembro de 2009 às 00:12
"Sócrates falou com o Vara para colher informações com utilidade POLÍTICA. E isso não é da conta dos tribunais."
pode não ser da conta dos Tribunais, mas seguramente é do interesse dos eleitores. Sócrates gere a coisa pública e não o seu património privado. Mesmo na "ditadura2 parece ter havido mais transparência e respeito pelos cidadãos.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres