2 comentários:
De O mata processos a 23 de Novembro de 2009 às 08:57
Com o andar da carruagem não tarda nada que alguém arranje um cognome ao actual Primeiro-ministro e lhe passe a chamar “o mata processos”.

É que, dora avante, qualquer concidadão que se sinta escutado, num qualquer processo de natureza criminal, se não tiver, pede a um amigo que lhe ceda o numero de telemóvel de José Pinto de Sousa para quem faz uma ou duas ligações a falar da politica da beterraba açucareira e pronto, lá vão por águia abaixo todos os esforços desenvolvidos pelos investigadores e juízes do processo.


De Presunção de inocência e hipocrisias a 23 de Novembro de 2009 às 08:44
As circunstâncias, verdadeiras e falsas, de como os meandros da justiça têm percorrido os mais variados processos acabaram por alterar o sentido de “presunção de inocência” para “presunção de culpado” quer na opinião pública como na publicada.

Daí que só haverá uma maneira de se saber e sossegar as ditas opiniões de que as declarações de Assis não são hipócritas e reafirmar a “presunção de inocência”. É o Partido Socialista defender que sejam tornadas públicas, as malfadadas gravações.


Comentar post