1 comentário:
De Pedro Camacho a 23 de Novembro de 2009 às 18:39
A pergunta de um milhão de dólares não é se as escutas são válidas ou inválidas, mas se apanharam ou não matéria incriminatória

O caso Face Oculta ocupa-nos há já várias semanas. É mais um escândalo com contornos graves, pelo menos até que apareça outro escândalo igualmente grave. A prova acabada do funcionamento da nossa democracia e da liberdade do nosso regime político reside aqui, na capacidade de abrir processos - e com pompa, circunstância e nomes a condizer. Ou as coisas ficam piores. Os casos não andam, e acabam mesmo por perder-se, ou perder o seu sentido, no dia em que são engolidos pela abertura explosiva de outro qualquer megaprocesso.


Comentar post