Belos negócios e comportamentos...

Mas que belo negócio

«O Ministério da Justiça (MJ), no âmbito do programa de alienações lançado em 2006 pelo então ministro Alberto Costa, vendeu, entre muito outro património, os estabelecimentos prisionais (EP) de Lisboa e de Pinheiro da Cruz, os maiores do País, por 60 e 81 milhões de euros, respectivamente. Mas continuou a ocupar ambos os edifícios, passando de dono a inquilino. Agora, paga todos os meses uma renda que, em conjunto, supera os sete milhões de euros anuais. Desconhece-se até quando, uma vez que nenhum concurso público está a decorrer para a construção dos edifícios substitutos.

Se a actual situação se prolongar, todo o dinheiro recebido pela venda dos imóveis acaba dissipado nas rendas mensais, o que corresponde, anualmente, a 5% do valor de venda, havendo o risco de nada sobrar para suportar a construção de novas prisões. Trata-se de um bom negócio sobretudo para quem compra, pois, ao ter de pagar as rendas, acaba por ser o próprio vendedor a suportar os encargos da aquisição, com a nuance de que, ao final, fica sem nada.» [Diário de Notícias]

Feitas as contas o Estado vai pagar o equivalente a 5% de juros ao ano, era bem melhor ter-se financiado com recurso ao crédito.

«Exija-se ao ministro da Justiça que apresente as contas deste negócio

Bloco de Esquerda quer demitir vereador da CM de Odivelas

«O Bloco de Esquerda (BE) defendeu ontem que o vereador Hugo Martins, da Câmara de Odivelas, que no domingo se despistou na A9/CREL com uma viatura da autarquia, apresentando uma taxa de alcoolemia acima do permitido, deve demitir-se do cargo.

"Estamos perante uma situação escandalosa, que é tudo menos normal. Naturalmente, pensava que só por ser vereador podia fazer aquilo que lhe apetecia, até mesmo estragar carros que são do erário público", disse o deputado municipal do BE na Câmara de Odivelas, José Falcão. "A única atitude sensata de Hugo Martins é apresentar a sua demissão e não esperar que o demitam", referiu.» [Diário de Notícias]

Tem razão, só se lamenta que o PS, por cujas listas o vereador foi eleito, não tenha tomado a iniciativa de convidar o vereador a demitir-se. É inaceitável que um vereador destrua uma viatura paga com os dinheiros dos contribuintes ao ter um acidente às 5h30 da manhã por estar alcoolizado (taxa de álcool de 1,67 ) depois de ter estado numa discoteca. É este o exemplo de vereador com o pelouro do desporto que o PS defende? É tempo de acabar com os criminosos da bebedeira!

«Questione-se o PS pelo seu silêncio e passividade

[O Jumento]


MARCADORES: ,

Publicado por Xa2 às 18:07 de 09.12.09 | link do post | comentar |

5 comentários:
De xa2 a 11 de Dezembro de 2009 às 13:16
... vereador, acidente, GNR e ...

Parece que a história não foi bem a que se conta e anda tudo embrulhado. Senão vejam:

«Caro "Jumento",
Primeiro, uma confissão: sou leitor do seu blog já há muito tempo e admirador do mesmo.
***Agora, ao que venho:

Às vezes, caímos no erro que apontamos aos outros...

De facto, depois de neste blog tantas vezes se ter denunciado a instrumentalização dos ocs pelas fontes judiciais e policiais, eis que o \"Jumento\" é vítima de tais estratagemas.

Durante este dias quase todos os jornais (e televisões) noticiaram que um vereador da CMO teve um despiste na CREL, destruindo o carro municipal, por estar \"bêbado\" com uma taxa de 1,65 e ainda ter \"sovado 4 militares da GNR\" que acudiram ao acidente.

Pois bem: não houve qualquer despiste e logicamente nem o carro ficou destruido. Apenas ele parou na berma da CREL, porque sentiu um barulho na roda esquerda da frente. Foi abordado por uma patrulha da GNR do Carregado, que o questionou por não ter o colete vestido. Desconfiaram que ele estava bêbado e fizeram-no soprar o balão. Como acusou 1,65 e ele, embora reconhecendo que tinha bebido 2 cervejas, não era causa para aquele valor tão elevado, pediu uma contra-prova num hospital. Os problemas começaram aí...não queriam levá-lo ao hospital e deram-lhe logo ordem de prisão, tendo tentado algemá-lo...ele reagiu e foi \"à força\", com pontapés, murros e outros mimos, físicos e verbais, que o meteram num carro da GNR, rumo ao quartel, tendo a violência continuado dentro do carro...a meio caminho, tiveram que mudar de rumo e ir ao Hospital de VFX, pois tal era o estado em que o deixaram...um dos militares tb partiu um dedo (a dar-lhe murros) e foi lá assistido...quando se aperceberam que ele era vereador e face ao estado em que ficou, a GNR enviou logo um comunicado para a LUSA com a sua versão dos factos...o resto da história, já nós sabemos...

E assim se \"planta\" uma notícia nos jornais ou a forma como se fazem as notícias no nosso País: manda-se um comunicado para a Lusa, que o distribuiu pelos diversos jornais, assumindo todos eles aquela \"notícia\" como a verdade dos factos, com uma visão acrítica e acéfala da \"realidade\" que lhes vendem...

Nem era preciso fazer \"jornalismo de investigação\", bastava irem ver as provas físicas e materiais que podiam confirmar ou infirmar a história: onde está o carro? em que estado está ele? onde está o relatório do Hospital de VFX relativo ao vereador? o que diz esse relatório sobre as feridas que o vereador apresenta? qual é a taxa resultante da contra-prova feita no Hospital? e, já agora, como é possivel a um jovem, e ainda para mais \"bêbado\", sovar sozinho 4 militares da GNR?!?!

E assim se faz jornalismo no nosso País e assim se prejudica irremediavelmente a imagem, a reputação, a vida de um cidadão.
Claro que ele já constitui advogado e vai proces

ar aqueles militares por violência policial, bem como os jornais que publicaram a notícia, sem sequer respeitarem o princípio do contraditório. Mas já sabemos, infelizmente, qual vai ser a marcha e celeridade desse processo...a \"justiça\" já se fez nas páginas do jornais e na praça pública, com comentários muito inflamados e \"fundamentados\" contra o autarca, um \"jovem socialista bêbado que bateu nos GNR\"...(\"estes políticos são uma vergonha...demita-se já...este País assim não vai lá...\")

Depois disto tudo, só faltou ver o BE de Odivelas, através do inefável Jose Falcão, a julgar sumariamente o vereador...ironia cómica (ou trágica) de quem devia ou podia, localmente, confirmar aquela notícia, vendo o carro, o estado físico do vereador e pedir os relatórios ao Hospital...e de quem advoga as drogas leves e se insurge contra a violência policial.
Atentamente,»
-------------------------
Se tal é verdade, apresento minhas DESCULPAS... acreditei em jornalistas e ...


De Perplexo a 9 de Dezembro de 2009 às 23:53
Ataques ao PS? Que se passa com o BLOG?
Algo vai mal no reino dos dogmas.


De Nem tanto ... a 11 de Dezembro de 2009 às 09:27
Perplexo?! só para distraído....

algo vai mal no reino ...?
... no país e nas suas instituições...

o que se passa ?
no Blog sempre se passou ... com mais ou menos posts e comentários... de diferentes autores e fontes... tanto a favor como contra ou críticos ou humorísticos ou interrogativos ...

ainda bem que dentro dos princípios democráticos e da tolerância e solidariedade também há espaço para a diferença ... e o unanimismo e seguidismo ficam onde costumam estar.

Esteja-se atento ao que é dito, ao que não é dito, às entrelinhas, aos autores e às fontes...


De Portugal a 11 de Dezembro de 2009 às 09:33
De anónimo a 9 de Dezembro de 2009 às 10:41

claro que o ps não está refém de ninguém... o ps apenas está próximo do rodapé, bem no fundo...

em Portugal não se usam reféns...
e os assaltos de banco, telemóvel e alto colarinho fazem-se com ou sem vara juízo ou procuração...


De anónimo a 9 de Dezembro de 2009 às 18:24
Como entretanto o erário público está a ficar nas lonas, e não se aplicou o dinheiro da venda em construções públicas que substituam as velhas, proximamente algumas rendas deixarão de se pagar ou serão muito atrasadas ... então será ''bonito'' ver o senhorio a 'despejar' estes organismos (prisões, tribunais, direcções gerais, ...) do Estado, com 'tudo' lá dentro cá para fora ...


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO