2 comentários:
De Zé das Esquinas o Lisboeta a 20 de Dezembro de 2009 às 12:20
A sério? Ainda não tinha pensado nisso.
Os magistrados a serem corrompidos? Nessa não acredito.
O ministério público a criar erros processuais? Nã, nã pode.
Palavra que ainda não tinha passado pela idéia. O país está louco, quando põe essas hipóteses.

A propósito, o Pai Natal está a chegar...


De DD a 20 de Dezembro de 2009 às 20:45
Não é uma questão de ideias; é o facto de Godinho ter sido ilkibado em 123 processos.
Se ganhar concrsos é ser coruptor, logo, pelo mesmo raciocínio, ser ilibado é porque corrompeu alguém.

Da corrupção resultam benefícios. Se a Justiça pretende que todos os benefícios resultam da corrupção, logo o benefício de ser ilibado é resultado de corrupção.

Há, na justiça portuguesa muita gente beneficiada, a começar pelo jovem assassino do "Rei do Bacalhau" que saiu ao fim de três anos de prisão porque a relação "se esqueceu" dele.

Também o maior "serial killer" português, o da Praia do Osso da Beleia que matou a filha, a mulher e mais cinco ou seis pessoas, está livre ao fim de poucos anos de cadeia. Porquê? Talvez,porque não era do PS.


Comentar post