Da utopia se faz o sonho, do sonho à realidade

“Pela Republica, por Portugal” parece ser a sigla com que se apresenta a primeira candidatura às próximas eleições presidenciais de 2011.

Eu sugeriria ao candidato Manuel Alegre que nela acrescenta-se “pelas Pessoas”. De certa maneira está lá, mas, nestas coisas sempre convém ser claro, ab initio.

Há quem afirme ser ainda muito cedo para o debate que se avizinha e há razões de sobra para tais afirmações. O chamamento dos eleitores, em tão curto espaço temporal, a actos eleitorais e a falta de perspectiva na resolução dos problemas em torno de desemprego, do excesso de endividamento, da degradação da justiça, dos elevados índices de corrupção, tudo forma um barril de pólvora explosivo, que leva ao cansaço das populações.

Os partidos e os seus dirigentes pouco mais têm feito que disputarem, entre si, lugares de benesses, tanto políticas como económicas, desaparecendo, quase por completo, qualquer pingo de ética ou vergonha.

Têm faltado propostas sérias e proposições de desafios credíveis, que mobilizem capacidades e recursos, que coloquem, de forma justa, o Estado ao serviço das populações. O lançamento de novas ideias e a sensibilização para outros métodos de trabalho e de organização é uma tarefa por fazer à qual uma candidatura, um candidato à Presidência da Republica, pode e deve fazer.

Um Presidente pode ser e deverá ser o “Maestro” ideológico e social mobilizador, que tem faltado ao país, que já evoluiu bastante, já inovou muito, já aumentou, considerável e inequivocamente, o número e qualidade técnica e científica dos seus cidadãos, faltando, agora, a Portugal e aos portugueses, para um virar de página completo, uma mudança comportamental valorativa destas capacidades. Basta-nos rentabilizar, organizadamente, todos os meios disponíveis em proveito de todos.

Portugal precisa de um Presidente que deixe ao governo e aos partidos, representados na Assembleia de Republica, as tarefas da governação e normativas, incluindo negociações orçamentais, sempre e quando o entendam. Ao fiel depositário e garante de funcionamento das instituições, cabe-lhe desenvolver “a pedagogia do gesto”, a pedagogia da forma e do conteúdo dos actos, com objectividade universalista, sempre atento ao equilíbrio social e à estabilidade segura das populações, nos termos estatuídos pela Constituição da Republica.

Se um poeta for capaz de sonhar, fazendo-o com os pés bem assentes na terra que pisa e consigo conseguir levar o povo nesse sonho, porque não?

Afinal aos portugueses, em Portugal, o que lhes falta é sonhar, acreditando como o fazem os que partem à procura de outros sonhos e veja-se, ouça-se o que deles de diz, “são os melhores e mais competentes”.

É tudo uma questão de querer, de acreditar. Se acreditarmos mudaremos o futuro se não acreditarmos será o futuro que nos muda a nós.



Publicado por Zé Pessoa às 00:15 de 19.01.10 | link do post | comentar |

3 comentários:
De Filosufias a 20 de Janeiro de 2010 às 17:43

Estou de acordo com as critica atrás referidas, mas...
Um/a dos/as pessoas (ou será que foi a mesma) chega, mesmo a afirmar que há que tomar medidas ...

Só não diz que medidas nem quem as iria tomar.

Faz-me lembrar aqueles prédios de condomínio em que todos são e fazem gosto nisso ser proprietários mas ninguém quer assumir a administração nem pagar a quem administre. Alguém que faça e se possível faça de borla, não é?

Lá diz o filósofo “cada povo tem os políticos que merece”


De Vampiros em Portugal !! a 20 de Janeiro de 2010 às 16:51
Grandes figurões...e grupo de "Otários" silenciosos -

Isto é só a ponta do iceberg... quem cala consente !
IMPORTANTE DIVULGAR

NÃO HÁ PALAVRAS...!!!! Vamos "acompanhar" a GRECIA?

Numa pequena notícia do Expresso,foi noticiado que prescreveu uma dívida de 700.000,00 Euros , de IRS de António Carrapatoso, figura de proa da Telecel/Vodafone.

Porque razão prescreveu esta dívida? Porque razão não se procedeu à cobrança coerciva, dado que o contribuinte em causa não tem, nem nunca teve, paradeiro desconhecido?
Aliás, António Carrapatoso nunca deixou de aparecer, com alguma frequência, nos écrans da televisão para entrevistas e comentários, onde sempre defendeu as virtudes do "sistema" em que vivemos e que nos é imposto (pudera!!!!).
Esta dívida não pode prescrever porque se trata de dinheiro devido ao Estado, ou seja a TODOS NÓS.

No dia 14 de Janeiro de 2005, no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, durante um Encontro dos Correios de Portugal, os CTT pagaram 19.000,00 euros a Luís Felipe Scolari por uma palestra de 45 minutos, que teve como tema algo do tipo «Como fortalecer o espírito de grupo». A decoração custou mais de 430.000,00 euros e havia dois carros de luxo.

A despesa efectivamente, com a decoração do gabinete do presidente do Conselho da Administração dos CTT, Carlos Horta e Costa, bem como a sua sala de visitas e ainda das salas de visitas e refeições custou 430.691,00 euros.
Carlos Horta e Costa teve à sua disposição, um Jaguar S Type (a renda para o adquirir custou cerca de 50.758,00 euros) e um Mercedes Benz S320CDI comprado por 84.000,00 euros ).

Assim, o Relatório da Inspecção-Geral das Obras Públicas conclui haver «indícios de má gestão» e «falta de contenção de uma empresa que gere dinheiros públicos», pelo anterior Conselho de Administração que liderou os CTT.

Vítor Constâncio governador do Banco de Portugal ganha 272.628,00 € por ano, ou seja quase 18.200 contos MENSAIS, 14 meses/ano.
Outros ordenados chorudos do Banco de Portugal :
O Vice-gov, António Pereira Marta - 244.174,00 €/ano
O Vice-gov, José Martins de Matos - 237.198,00 €/ano
José Silveira Godinho - 273.700,00 €/ano
Vítor Rodrigues Pessoa - 276.983,00 €/ano
Manuel Ramos Sebastião - 227.233 €/ano

O Vice-governador, António Pereira Marta até acumula com o seu salário com a sua pensão como reformado ... do Banco de Portugal.
Aliás, o Vítor Rodrigues Pessoa, também tem uma reforma adicional de 39.101,00 €/ano Total 316.084 €/ano
e o José Silveira Godinho também acumula com uma pensão do BP, mais 139.550,00 €/ano Total 413.250,00 €/ano

Campos e Cunha, ex-ministro das Finanças recebeu durante os dois meses em que esteve no Executivo 4.600,00 euros mensais de ordenado e uma reforma de 8.000,00 euros do Banco de Portugal.

Mira Amaral saiu da Caixa Geral de Depósitos (CGD) com uma reforma de gestor 18.000,00 euros. Na altura acumulava uma pensão de 1,8 mil euros, como deputado e 16.000,00 euros como líder executivo da CGD.

O que me choca não é o valor da reforma. É o facto de Mira Amaral poder auferir desta reforma (paga pelos contribuintes) ao fim de apenas um ano e nove meses!!!!!!

Esta situação é profundamente escandalosa e tem repercussões que afectam a própria credibilidade do regime democrático.

Esta forma aparentemente ligeira como é gasto o dinheiro dos contribuintes é grave pelo acto em si e pelo seu impacto na legitimidade do Estado para impor novas formas de captar receita.

LEMBRAM-SE O QUE O POVO PORTUGUÊS FEZ EM RELAÇÃO A TIMOR ???
E AGORA QUE FAZEMOS POR NÓS ??? NADA !!!!
LEMBRAM-SE O QUE O POVO PORTUGUÊS FAZ QUANDO A SELECÇÃO JOGA ???
SE NOS MOBILIZAMOS POR DETERMINADAS CAUSAS, PORQUE NÃO POR NÓS PRÓPRIOS?
BANDEIRAS NAS JANELAS, COMO FIZEMOS COM A SELECÇÃO PORTUGUESA, MAS EM VEZ DA BANDEIRA PORTUGUESA,
BANDEIRAS NEGRAS E ESCREVER NELAS AS PALAVRAS DE ZECA AFONSO:

"ELES COMEM TUDO E NÃO DEIXAM NADA"

Pelo menos divulga este documento, ou faremos parte de um grupo de "Otários" silenciosos.

Depois de apresentar este texto só posso dizer que tenho vergonha de ser português em Portugal.
Gostava de viver numa verdadeira Democracia!


De Vampiros, Otários e Futebóis ... tugas!! a 20 de Janeiro de 2010 às 16:55
"ELES COMEM TUDO E NÃO DEIXAM NADA"

Pelo menos divulga este documento, ou faremos parte de um grupo de "Otários" silenciosos.

Depois de apresentar este texto só posso dizer que tenho vergonha de ser português em Portugal.

Gostava de viver numa verdadeira Democracia!

Todos com o mesmo sistema de saúde;
Todos a pagarem impostos;
Todos a terem reformas merecidas e justas;

Todos com o mesmo sistema de Justiça
e não um para os ricos (intocáveis) e outro para os pobres.

Peço a quem ler esta mensagem que a divulgue !!
mas não fiquem por aqui, estes a quem nos referimos ainda gozam c/ estas divulgações, á que tomar medidas rapidamente ou temos todos sangue de barata?

É a nossa sobrevivência que está em jogo !!!!!!
e
Deixem-se de "futebóis", isso não nos dá o pão!


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO