1 comentário:
De Zé das Esquinas o Lisboeta a 25 de Janeiro de 2010 às 12:19
Pois é, lá se vão os imigrantes da lusofonia e ex-soviéticos... Sim que isto de andarmos a pôr os filhos a estudar para doutores ou pelo menos com o 12º ano, não é para depois irem trabalhar para as obras. Mesmo que são as grandes obras públicas como o TGV ou o novo aeroporto. Sim que isso de criar trabalho não é a mesma coisa de criar emprego...
E de emprego é que o português precisa.
E não me venham com essa da agricultura, porque dá muito trabalho e ainda vem aí um temporal e f.. lixa tudo e o seguro não cobre. A não ser que estado pague. Se garantirem que paga, então até faço rezas para chova...


Comentar post