2 comentários:
De Zé das Esquinas o Lisboeta a 30 de Janeiro de 2010 às 10:00
Nesta fase de crise económica global, cá para mim, os economistas estão proibidos de pensar, quanto mais de falar...


De Ingenuidade a 29 de Janeiro de 2010 às 19:32
Em termos práticos qual foi o contributo destes senhores para a criação de emprego e para o crescimento da economia nacional? Criaram empresas ? se criaram não são daquelas que sobrevivem fruto da exploraçaõ que fazem ao Estado? Nas suas empresas as retribuições aos trabalhadores são justas? Se se verificarem estes pressupostos reconheco-lhes autoridade para falarem, se nada disto se verifica e mais não têm sido do que meros "mangas de alpaca" ao serviço do Estado que os remunera principescamente, então é melhor para o país e para a generalidade dos cidadãos que estejam calados. O que o país precisa é de quem não o explore e contribua para a riqueza nacional e não de quem ande sistematicamente a comer desmesuradamente a riqueza produzida duma forma quase escrava por grande parte dos cidadãos.


Comentar post