Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010
 

Cândida Almeida, a PGR Adjunta que dirige o DCIAP, anunciou que haverá 13 processos, com mais de 500 acusados, no âmbito da "Operação Furacão" cuja "gravidade não nos permite arquivar, porque são os que levaram os outros, com pouca culpa, a fugir ao fisco, são os promotores da fraude fiscal: essencialmente bancos e gabinetes de advogados”.
Pena é que a gravidade não tenha acelerado a investigação, que se arrasta sem acusações públicas desde Março de 2004.
O "segredo de justiça", que agentes supostamente da dita noutros processos se afadigam a soprar à imprensa, curiosamente tem sido bem guardado neste caso. Será por envolver tantos dos nossos "bangsters" e outros poderosos empresários da fraude fiscal e do branqueamento de capitais? Não será que tanto e tão prolongado segredo, de facto, facilita o accionamento dos "excessos garantisticos", de que se queixa a Procuradora para explicar a demora da justiça?.
Dir-me-ão que o segredo terá sido a "alma do negócio" para a Dra. Cândida Almeida poder agora vir proclamar que, à conta da investigação da PGR, o Estado recuperou mais de 80 milhões de um total de 280 milhões de euros de que teria sido esbulhado.
Eu esperaria que fossem as Finanças a fazer essa cobrança e o respectivo anúncio. E que a Justiça trouxesse quanto antes os acusados dos crimes "graves" à barra - mas continuamos sem saber quando o processo chega à fase do julgamento, passando então a ser público.
E é que o conhecimento público das acusações e dos suspeitos pode fazer toda a diferença no combate a esta criminalidade de colarinho branco: a exposição dos métodos e dos suspeitos é o mais eficaz dissuasor da continuação desta actividade criminosa, por quem quer que seja, contra os interesses do Estado.
Acresce que, proclamando a PGR a suspeição sobre bancos e escritórios de advogados, a identificação dos suspeitos é a melhor forma de preservar a reputação de quem é banqueiro e não é gangster, de quem é advogado e não é escroque. E eu quero acreditar que ainda os há.


MARCADORES: , ,

Publicado por Xa2 às 00:05 | link do post | comentar

6 comentários:
De marcadores a 15 de Fevereiro de 2010 às 08:24
"... Estado recuperou mais de 80 milhões de um total de 280 milhões de euros ..."
Independentemente de se recupurear dinheiro de impostos, ser sempre bom, não é de estranhar esta verba?
Então quando o cidadão comum fica ou 'foge' ao fisco e é apanhado tem que pagar a verba em falta acrescida de juros e coimas, logo notícia seria dos 280 milhões de euros em falta terem entrado no estado 560 milhões fora os processos criminais.
Mas festamos no carnaval e faz-se muita festa com pouco... Ah, e a propósito de carnaval, também li que os festejos do dito estão isentos de impostos - IVA, IRS e IRC. Boa para a pândega está tudo isento, para o trabalho a sério tens de pagar - impostos claro!


De DD a 15 de Fevereiro de 2010 às 19:46
O segredo de justiça foi rigorosamente mantido por não haver empresas de ministros, ex-ministros, secretários de Estado, deputados, etc.

Se algum político estivesse metido no assunto não haveria segredo de justiça.


De CARNAVAL, SÓ PODE a 16 de Fevereiro de 2010 às 00:12
Ou talvez por isso...
Mas não...ele só vão depois de sairem do governo.


De DD a 16 de Fevereiro de 2010 às 16:32
Os juízes na Operação Fulcão estão à vontade.Se quiserem perdoam juros e talvez até partes importantes das dívidas ao fisco. A troco de quê é que nunca chegaremos a saber.


De larry adams a 24 de Maio de 2017 às 10:37
Eu prometo compartilhar este empréstimo Testemunho Por causa do favor de Deus em minha vida, eu tenho em busca de empréstimo através da internet eu não era capaz de obter um empréstimo porque estou na lista negra devido à minha má pontuação de crédito perdi meu emprego e eu Perdi minha casa eu estava vivendo na rua frustrado sem abrigo ou comida, até um dia fiel eu me deparei com um depoimento na internet de como esta empresa tem ajudado as pessoas com empréstimos assim que eu tentei infelizmente meu empréstimo foi concedido sem nenhuma garantia eu apliquei Por US $ 200.000 estou muito feliz graças a mérito mutuantes, por favor, no caso de você precisar de um credor legítimo e um Deus temendo emprestador de contato agora aqui é o seu e-mail: (Larryadams252@gmail.com)


De david verney a 23 de Agosto de 2018 às 13:54
We are specialized in Bank Guarantee {BG}, Standby Letter of Credit {SBLC}, Medium Term Notes {MTN}, Confirmable Bank Draft {CBD} as well as other financial instruments issued from AAA Rated bank such as HSBC Bank Hong Kong, HSBC Bank London, Deutsche Bank AG Frankfurt, Barclays Bank , Standard Chartered Bank and others on lease at the lowest available rates depending on the face value of the instrument needed.

We deliver with time and precision as sethforth in the agreement. Our terms and Conditions are reasonable, below is our instrument description.

The procedure is very simple; the instrument will be reserved on euro clear to be verified by your bank, after verification an arrangement will be made for necessary bank documents and stock testing expenses, the cost of the Bank Guarantee will be paid after the delivery of the MT760.

DESCRIPTION OF INSTRUMENT:
Instrument: Bank Guarantee (BG/SBLC).
Total Face Value: Minimum of 1M Eur/USD (One Million Eur/USD) to Maximum of 5B Euro/USD(Five Billion Eur/USD).
Issuing Bank: HSBC London, Barclays Bank, Deutsche Bank Frankfurt, Hong Kong, Any AA rated Bank in Europe or any Top 25 WEB.
Age: One Year, One Day
Leasing Price: 4% of Face Value plus 1% commission fees to brokers.
Delivery: Bank to Bank SWIFT.
Payment: MT-760.
Hard Copy: Bonded Courier within 7 banking days.

All relevant business information will be provided upon request plus our terms and
procedures.

Contact name: David Verney

Email : davidverney18@gmail.com

skype davidverney18@gmail.com


Comentar post

MARCADORES

administração pública

alternativas

ambiente

análise

austeridade

autarquias

banca

bancocracia

bancos

bangsters

capitalismo

cavaco silva

cidadania

classe média

comunicação social

corrupção

crime

crise

crise?

cultura

democracia

desemprego

desgoverno

desigualdade

direita

direitos

direitos humanos

ditadura

dívida

economia

educação

eleições

empresas

esquerda

estado

estado social

estado-capturado

euro

europa

exploração

fascismo

finança

fisco

globalização

governo

grécia

humor

impostos

interesses obscuros

internacional

jornalismo

justiça

legislação

legislativas

liberdade

lisboa

lobbies

manifestação

manipulação

medo

mercados

mfl

mídia

multinacionais

neoliberal

offshores

oligarquia

orçamento

parlamento

partido socialista

partidos

pobreza

poder

política

politica

políticos

portugal

precariedade

presidente da república

privados

privatização

privatizações

propaganda

ps

psd

público

saúde

segurança

sindicalismo

soberania

sociedade

sócrates

solidariedade

trabalhadores

trabalho

transnacionais

transparência

troika

união europeia

valores

todas as tags

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS