De DD a 18 de Fevereiro de 2010 às 22:07
Não é uma encomenda, mas um exercício de lógica política.
Na diplomacia as coisas funcionam muito assim, se bem que com menos humor.
Sócrates nunca teria interesse que se soubesse que MMG foi despedida por razões de Estado entre Espanha e Portugal e, diplomaticamente, isso nunca seria afirmado e nunca ninguém diria concretamente qual o problema.
Na realidade, o diplomata espanhol era capaz de escrever uma carta do género, mas sem qualquer referência à louca e nunca utilizaria esse termo.Diria apenas que há qualquer coisa na nossa televisão em Portugal que está a incomodar e a tornar um pouco secas as nossas relações.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres