De DD a 22 de Fevereiro de 2010 às 10:37
Muito Bem, mas falta acrescentar o carácter pidesco que as ESCUTAS estão a ter.
Escutar em série o alvo A que falou com o B para o escutar todos que falaram com A e B e depois todos os C, D, E...., jã fora de qualquer processo como está estão a fazer os magistrados de Aveiro é o regresso de uma PIDE não governamental, mas ao serviço de interesses políticos ou financeiros de elementos daquela parte da "Justiça" que nada tem a ver com Justo, Justiça, Democracia, Direito, Liberdade, Honestidade, etc.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres