De Decência política? a 22 de Fevereiro de 2010 às 10:54
José Sócrates terá repetido no Porto o que já havia dito duas vezes em Lisboa. “Não tememos escutas nem crimes e queremos recentrar o debate político nos interesses do país”, ao mesmo tempo que apelou à decência política.

O melhor apelo não seria o de ele próprio dar mostras de menos arrogância e mais humildade em ouvir as pessoas começando pelos próprios militantes do seu partido?

Porque não dá orientações aos seus pares do “aparelho” para que oiçam desde a base até às federações os militantes?

“Não faças o que ele diz, faz o que ele faz”, bem prega um novo São Tomás.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres