Ajudar a baixar o risco, não-culpados e profissionais mal pagos

OS HERÓIS MAL PAGOS

 

«São duas as boas perguntas a fazer diante da tragédia na Madeira:

"Que posso fazer para ajudar?" e

"que posso fazer para ajudar a baixar o risco que volte a acontecer?".

A má pergunta, irresistível, é "quem é que tem culpa?"

É uma má pergunta porque pode-se responder de muitas maneiras e perde-se muito tempo a comparar respostas umas com as outras. A culpa foi da chuva, do clima, da construção civil, do capitalismo, do governo regional, do aquecimento global, da gula humana, de Deus, do azar dos anfiteatros... nunca mais acaba.

 Se os bombeiros e polícias perdessem tempo a fazer essas perguntas, estávamos tramados. Temos de prestar mais atenção, quando está tudo bem, às corporações que nos acodem nas horas de aflição.

Essa atenção tem de ser financeira (nem que seja só fazermo-nos sócios dos bombeiros locais) e não sentimental. Louvar e agradecer não chegam. Os polícias e os bombeiros portugueses são notoriamente mal pagos. Deveríamos apoiar os esforços que fazem para receber um salário mais condigno. Merecem ter uma boa qualidade de vida. E não têm. Porque são mal pagos.

A ideia de que têm a obrigação de nos salvar é estúpida e ingrata. O facto de se dedicarem tanto, muito para além do que foi contratado, só mostra quanto mereciam ganhar e envergonha-nos pelo pouco que lhes pagamos.

Pense em bombeiros particulares, bem pagos e apetrechados, que só socorrem os clientes. É para aí que caminhamos, caso continuemos a virar-lhes as costas.» 

- por Miguel Esteves Cardoso, [Público], via O Jumento.


MARCADORES:

Publicado por Xa2 às 00:05 de 24.02.10 | link do post | comentar |

3 comentários:
De marcadores a 24 de Fevereiro de 2010 às 17:55
Os Bombeiros Voluntários, são como diz o próprio nome - voluntários, logo não devem ser pagos.
Heróis podem e serão certamente, alguns.
Dar-lhes mais e melhores condições, excelente. Pagar-lhes deve estar fora de questão.


De ..Orçam. da Assembleia da Rep.. a 24 de Fevereiro de 2010 às 13:00
Atentem BEM no valor que o Bolso dos Portugueses ( ou seja, TODOS NÓS !) terá de suportar para GARANTIR a existência e funcionamento (???) daquilo a que se chama ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA.

Seguem-se ALGUMAS das rubricas Existentes no Orçamento que acaba de ser publicado em Diário da República.

Caso queiram consultar essa peça MARAVILHOSA e de SONHO só terão de ir ao site WWW.dre.pt e acederem ao Diário da República nº 28 - I série- datado de 10 de Fevereiro de 2010 - RESOLUÇÃO da Assembleia da República nº 11/2010.

Então DELICIEM-SE :

1 - Vencimento de Deputados ...................................12 milhões e 349 mil Euros
2- Ajudas de Custo de Deputados.............................. 2 milhões e 724 mil Euros
3 - Transportes de Deputados ................................... 3 milhões 869 mil Euros
4 - Deslocações e Estadas ..................................... 2 milhões e 363 mil Euros
5 - Assistência Técnica (?????) ............................... 2 milhões e 948 mil Euros
6 - Outros Trabalhos Especializados (???????) ......... 3 milhões e 593 mil Euros
7 - SERVIÇO RESTAURANTE,REFEITÓRIO,CAFETARIA............. 961 mil Euros
8 - Subvenções aos Grupos Parlamentares................ 970 mil Euros
9 - Equipamento de Informática ............................... 2 milhões e 110 mil Euros
10 - Outros Investimentos (??????) ......................... 2 milhões e 420 mil Euros
11 - Edificios ......................................................... 2 milhões e 686 mil Euros
12 - Transfer's (???????) Diversos (????).................. 13 milhões e 506 mil Euros

13 - SUBVENÇÃO aos PARTIDOS representados
na Assembleia da República.......... 16 milhões e 977 mil Euros
14 - SUBVENÇÕES ESTATAIS PARA CAMPANHAS
ELEITORAIS ........... 73 milhões e 798 mil Euros

Isto são, então, ALGUMAS das rubricas do orçamento da ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA !

Em resumo e NO TOTAL a DESPESA ORÇAMENTADA para "aquela casinha", relativamente ao ANO de 2 010, é :
191 405 356, 61 Cêntimos (191 Milhões 405 mil 356 Euros e 61 cêntimos) - Ver Folha 372 do acima identificado Diário da República nº 28 - 1ª Série -, de 10 de Fevereiro de 2010.

Nos termos do disposto no Artigo 148º. da Constituição da República Portuguesa :

"(...) A Assembleia da República tem o MINIMO de cento e oitenta deputados e o MÁXIMO de duzentos e trinta deputados, nos termos da Lei Eleitoral (...) ".


De Izanagi a 24 de Fevereiro de 2010 às 00:32
"Merecem ter uma boa qualidade de vida"
E o resto da população não merece?
Parece que só os bombeiros e os polícias são mal pagos; mas em que país é que vive MEC? A generalidade da população é mal paga e mais, muita, ao contrário dos bombeiros e da PSP ficou desempregada, ou viu-se forçada a reformar-se antecipadamente com penalização no montante da reforma e do pouco que recebe ainda paga IRS, ao contrário dos agentes da PSP que se reformam muito novos e sem descontos para o IRS.
Se é tão mal remunerado como explica MEC que cada vez que há vagas na PSP o número de candidatos por cada vaga ultrapassa as centenas? Será que os candidatos são masoquitas?
Seguramente que o dinheiro não custa a ganhar a MEC. E porque será?


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO