De cortem o DESPESISMO dos barões !! a 9 de Março de 2010 às 10:34

E o culpado é o trabalhador do Estado !?!!

ISTO É UM ESCANDALO!

Algumas rubricas do orçamento da Assembleia da Republica

1 – Vencimento de Deputados ………………………12 milhões 349 mil Euros
2 – Ajudas de Custo de Deputados……………………2 milhões 724 mil Euros
3 – Transportes de Deputados ………………………3 milhões 869 mil Euros
4 – Deslocações e Estadas …………………………2 milhões 363 mil Euros
5 – Assistência Técnica (??) ………………………2 milhões 948 mil Euros
6 – Outros Trabalhos Especializados (??) …3 milhões 593 mil Euros
7 – RESTAURANTE,REFEITÓRIO,CAFETARIA…..961 mil Euros
8 – Subvenções aos Grupos Parlamentares…..970 mil Euros
9 – Equipamento de Informática ………….2 milhões 110 mil Euros
10- Outros Investimentos (??) …………..2 milhões 420 mil Euros
11- Edificios ………………………2 milhões 686 mil Euros
12- Transfer’s (??) Diversos (??)……......….13 milhões 506 mil Euros
13- SUBVENÇÃO aos PARTIDOS na A. R. .......…16 milhões 977 mil Euros
14- SUBVENÇÕES CAMPANHAS ELEITORAIS …....73 milhões 798 mil Euros
Em resumo e NO TOTAL a DESPESA ORÇAMENTADA para o ANO de 2010, é :€ 191 405 356,61 (191 Milhões 405 mil 356 Euros e 61 cêntimos)

– Ver Folha 372 do acima identificado Diário da República nº 28 – 1ª Série -, de 10 de Fevereiro de 2010 ou em http://www.dre.pt

Vamos lá então ver se isto agora já o começa a incomodar um “bocadinho”.
Repare:
Cada deputado, em vencimentos e encargos directos e indirectos custa ao País, cerca de 700.000 Euros por ano. Ou seja cerca de 60.000 Euros/ mês.

.....
Urge repor a justiça social e para isso tem de se reduzir áqueles que têm mais rendimentos, é necessário impor um ''tecto'' (a partir do qual devem ser super-taxados) àqueles a quem estão a ser pagas reformas 'douradas' e acabar com a acumulação de reformas e de empregos/tachos quando estes rendimentos ultrapassem 4 ou 5 salários mínimos.

Têm de se adequar as remunerações dos gestores de empresas públicas à realidade do país e acabar com as mordomias e bónus de gestão.


De DD a 9 de Março de 2010 às 22:03
É injusto uns ganharem tanto e outros muito pouco, mas repare-se que a relativa pacificação sindical com os professores custa quase 450 milhões de euros a mais no total dos salárrios dos cerca de 150 mil professores. Não é muito, pois dá uma média de 3.000 por professor/ano. ou 214 por professor/mês.
Infelizmente, de um lado estão umas centenas de pessoas e do outro mais de cinco milhões de activos e 10,6 milhões de habitantes.
Por dia as despesas de saúde orçam os 17 milhões de euros e as da educação são quase o mesmo.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres