''Estabilidade e crescimento'' à custa de quem ?

Todos com o olho no PEC

 
Ainda conhecemos muito pouco do PEC (Plano de Estabilidade Crescimento).

Apenas sabemos que os funcionários públicos já estão a pagar a factura por aquilo que os senhores da Alta Finança fizeram. Os senhores da Alta Finança de cá, caso do BPP, até já ameaçam o BP e o MF. Interessante. Não o deixaram falir como deveriam ter feito e, por isso, nada melhor, levam processo. Não está mal!! Não estamos na Islândia, o que é pena. Negar-se a pagar a fraude.

O PEC é, porém, outra coisa. è um pouco o futuro do país que começa a estar em causa. Oiço várias entidades a dizer que as medidas têm de ser muito duras.

Já percebi que alguns dos que dizem não são nada afectados por essas medidas. Até alguns estão de fora, do lado daqueles que andam na invenção de esquemas para pagar menos impostos.
As expectativas ficam com aqueles que já sabem mais uma vez quanto nos vai sair do bolso.

Mas gostava de encontrar certas respostas. Ainda hoje Carvalho da Silva, líder da Intersindical, levanta uma questão interessante e premente, na sua entrevista ao DN:
como é possível que as receitas fiscais tenham caído 5 vezes mais que o consumo, ou então, porque é que muitos portugueses continuam a não pagar impostos ou a pagar pouco?

Na realidade, só quem não se esquiva aos impostos, porque não pode, são mesmo os trabalhadores por conta de outrém. De resto, até se faz "gala", em ostentar, que se foge aos impostos.
E muitos destes são tão bons cidadãos que até se apelidam de "revolucionários"!!!. Só falta mesmo. A bem da Nação.

MARCADORES: ,

Publicado por Xa2 às 00:06 de 09.03.10 | link do post | comentar |

23 comentários:
De cortem o DESPESISMO dos barões !! a 9 de Março de 2010 às 10:34

E o culpado é o trabalhador do Estado !?!!

ISTO É UM ESCANDALO!

Algumas rubricas do orçamento da Assembleia da Republica

1 – Vencimento de Deputados ………………………12 milhões 349 mil Euros
2 – Ajudas de Custo de Deputados……………………2 milhões 724 mil Euros
3 – Transportes de Deputados ………………………3 milhões 869 mil Euros
4 – Deslocações e Estadas …………………………2 milhões 363 mil Euros
5 – Assistência Técnica (??) ………………………2 milhões 948 mil Euros
6 – Outros Trabalhos Especializados (??) …3 milhões 593 mil Euros
7 – RESTAURANTE,REFEITÓRIO,CAFETARIA…..961 mil Euros
8 – Subvenções aos Grupos Parlamentares…..970 mil Euros
9 – Equipamento de Informática ………….2 milhões 110 mil Euros
10- Outros Investimentos (??) …………..2 milhões 420 mil Euros
11- Edificios ………………………2 milhões 686 mil Euros
12- Transfer’s (??) Diversos (??)……......….13 milhões 506 mil Euros
13- SUBVENÇÃO aos PARTIDOS na A. R. .......…16 milhões 977 mil Euros
14- SUBVENÇÕES CAMPANHAS ELEITORAIS …....73 milhões 798 mil Euros
Em resumo e NO TOTAL a DESPESA ORÇAMENTADA para o ANO de 2010, é :€ 191 405 356,61 (191 Milhões 405 mil 356 Euros e 61 cêntimos)

– Ver Folha 372 do acima identificado Diário da República nº 28 – 1ª Série -, de 10 de Fevereiro de 2010 ou em http://www.dre.pt

Vamos lá então ver se isto agora já o começa a incomodar um “bocadinho”.
Repare:
Cada deputado, em vencimentos e encargos directos e indirectos custa ao País, cerca de 700.000 Euros por ano. Ou seja cerca de 60.000 Euros/ mês.

.....
Urge repor a justiça social e para isso tem de se reduzir áqueles que têm mais rendimentos, é necessário impor um ''tecto'' (a partir do qual devem ser super-taxados) àqueles a quem estão a ser pagas reformas 'douradas' e acabar com a acumulação de reformas e de empregos/tachos quando estes rendimentos ultrapassem 4 ou 5 salários mínimos.

Têm de se adequar as remunerações dos gestores de empresas públicas à realidade do país e acabar com as mordomias e bónus de gestão.


De DD a 9 de Março de 2010 às 22:03
É injusto uns ganharem tanto e outros muito pouco, mas repare-se que a relativa pacificação sindical com os professores custa quase 450 milhões de euros a mais no total dos salárrios dos cerca de 150 mil professores. Não é muito, pois dá uma média de 3.000 por professor/ano. ou 214 por professor/mês.
Infelizmente, de um lado estão umas centenas de pessoas e do outro mais de cinco milhões de activos e 10,6 milhões de habitantes.
Por dia as despesas de saúde orçam os 17 milhões de euros e as da educação são quase o mesmo.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO