Sacrifícios, mas não de todos...

O cutelo do PEC está aí sobre as nossas cabeças com as previsões que se seguem. É só um cheirinho, não vá alguém apanhar uma congestão.

Cenário macroeconómico

 

Redução do deficit através do aumento da receita e da diminuição da despesa no sentido de ser encurtado o diferencial destes dois indicadores macroeconómicos e conforme inforgráfico seguinte:

 

No que reporta a despesas com pessoal prevê-se diminuírem para 10% do PIB quando em 2009 foram de cerca de 11,4% e com as áreas sociais passar de 21,9% para 21,4% do PIB no mesmo período:

 

Muito naturalmente onde muito significativamente haverá redução é na despesa de capital, passando de mais de 4% actuais para 2,9% do PIB, em 2013, quer por redução dos investimentos como, Concomitantemente, despejas nos respectivos encargos da divida:

 

Vamos ter de apertar o cinto com língua de palmo. Infelizmente e como sempre haverão uns menos penalizados que outros e até haverá aqueles que beneficiarão com a crise. Como já vai sendo recorrente “o mal de uns é a sorte de outros”. Porque será que há coisas que não mudam, nunca?


MARCADORES: , ,

Publicado por Zé Pessoa às 08:10 de 15.03.10 | link do post | comentar |

5 comentários:
De "otários" e Ladrões. a 16 de Março de 2010 às 16:57
Pagar impostos não creio seja ser "otários ", tal epíteto só se pode admitir nas presentes circunstancias, em que o sistema judicial não funcionam como não funcionam os mecanismos fiscais que estão a coberto de corruptos e suas manigâncias .
Os exemplos deveriam vir da Assembleia da República , enquanto "casa da democracia" que não segue o exemplo dos eleitos na Suécia. Nesse país ninguém se apelida de otário " por pagar altos impostos, assumem e todos se sentem obrigados a cumprir com o Contrato Social", no normal exercício de cidadania.
Por cá o rega-bofe começa na propria AR e o povo é manso.


De DD a 15 de Março de 2010 às 22:59
Portugal possui habitações independentes para quase vinte e cinco milhões de habitantes e o seu parque automóvel pode transportar 24 milhões de pessoas; o parque escolar daria para mais de 2 milhões de alunos e as camas hospitalres e médicos correspondem ao que na Europa há em média para 15 milhões de habitantes. Os telemóveis dão para mais de vinte milhões de pessoas e as auto-estradas dariam para 18 milhões de pessoas na relação com as AE alemãs.
Em 2009 foram vendidos 1,8 milhões de computadores, principalmente portáteis que continuam a ser vendidos em grande quantidade.
Apesar da crise vejo os restaurantes cheios, se bem que os que frequento são os mais ou menos baratuchos.
Em 2009 foram vendios menos 120 mil automóveis, mas em Fevereiro deste ano as vendas subiram 30% relativamente ao mês homólogo do ano anterior, ligeiramente abaixo ainda das vendas de Fevereiro de 2008.
A crise foi principalmente das empresas estrangeiras que fecharam e das exportações para os países europeus que entraram numa crise muito profunda e da saturação dos mercados.
O presidente da China vaticinou ontem que vai haver uma nova e gravíssima crise, pois o seu país está a sentir uma quebra enorme nas exportações que já tinham caído 30% em 2009.


De Pinças e operações, como compreende-las? a 15 de Março de 2010 às 17:07

Se por um lado o governo restringe a seis salários (dos próprios) os bónus/prémios de gestão aos gestores publicos ou em que o estado seja sócio maioritário por outro propõe e aprova em assembleias-gerais a atribuição de tais bónus mesmo em situações de crise e a gestores indiciados de corrupção como foi o caso da REN.


De anónimo a 15 de Março de 2010 às 11:17
... 'apertar o cinto' (e a fome, o desemprego, o desespero, a loucura ...)
... não mudam, nunca?
até um dia ... com varapau, canhangulo, molotov, ...


De Porque têm de ser sempre os mesmos? a 15 de Março de 2010 às 11:13
A culpa é capaz de ser de dues nosso senhor!
Houve em tempos uma freira que dirigindo-se a um padre, durante um seminário sobre pobreza, perguntou : Então Deus não disse que sempre haveria de haver ricos e pobres no mundo?
O padre respondeu: Eu nunca lhe ouvi tal coisa e ainda que o tivesse dito não disse, com certeza, que sempre haveriam de ser os mesmos de um lado e os mesmos do outro.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO