4 comentários:
De especuladores e abusadores a 30 de Março de 2010 às 12:20
“Os especuladores estão a fazer um trabalho divino” - e não é ironia. Trata-se de um imenso elogio a uma obra de 1930, de Philip Carret, intitulada "The Art of Speculation", e o subtítulo reza assim: “Todos os dias os especuladores são identificados como os maus da fita. Mas a verdade é que o seu trabalho é crucial para o funcionamento dos mercados”.

Perante tamanha demonstração de atenção para com todos os que têm fome e sede de justiça, mais divino que isto só se for no Vaticano, entre os que terão ainda coragem de dizer “Deixai vir a mim as criancinhas”…


De DD a 27 de Março de 2010 às 22:52
Eles bem gostam de falar de alto nas conferências episcopais e criticarem as democracias e os partidos políticos, mas não estão, nem nunca estiverem, acima de ninguèm.

Desde as matanças do bispo de Alexandria e poutros para imporem as santíssima trindade à pedofilia, passando pelo massacre dos albigensens, crimes horrorosos com torturas e queima de pessoas vivas perpetrados pela "Santa Inquisição", a Igreja nada tem para dar lições de moral, pois os seus homens foram ao longo de dois mil homens tão porcos, feios e maus como os piores de todas as sociedades.


De DD a 27 de Março de 2010 às 22:54
..ao longo de dois mil anos ....


De homens(?) da batina a 27 de Março de 2010 às 00:06
Li à dias, num email que alguém me enviou, que o mundo anda às avessas. Pelos vistos não é só de agora. A grande diferença e que nos tempos que correm já nada pode ser escondido. A globalização tornou tudo mais rápido e permite por tudo, ou quase tudo a nu.
Não pode ser tudo mau, na globalização, alguma coisa haveria de ser positiva, não é?
Cá por mim sempre desconfiei dos homens da batina (da preta e mais ainda da branca) e não menos da santa madre...


Comentar post