7 comentários:
De DD a 31 de Março de 2010 às 20:23
A Finlândia está a construir uma central nuclear de última geração e tem tido problemas gravíssimos. O atraso é enorme, aquilo parece que não funciona e a Siemens está em tribunal com empresas construtoras finlandeses, todos atiram culpas uns aos outros, etc.

Parece que a Siemenes não construiu durante anos novas centrais e não tem experiências nos novos super-reactores que permitiriam produzir menos resíduos radioactivos. Na Finlândia aquilo é um desastre e há quem fale em subornos e coisas no género As empresas de construção civil finlandesas utilizaram técnicas vulgares na construção que se revelaram totalmente ineficazes para uma central nuclear...


De Zé das Esquinas o Lisboeta a 5 de Abril de 2010 às 10:34
Na Finlândia subornos?
Não acredito!
Então andam sempre a atirar-nos à cara o exemplo finlandês e afinal...


De lóbis interesseiros privadíssimos... a 31 de Março de 2010 às 10:36
Que manifesto é esse? pormenores... ?

Será que estes senhores estão a ser subornados / pagos pelos carteis das petrolíferas ou da nuclear ?

entre um ou outro mais inocente-idealista-ecologista (?!) a maioria destes 'lóbistas' deve estar a defender os seus 'tachos' presentes ou promessas para futuro... - é que não há almoços grátis ! (- como outros nos lembram.)


De lóbi dos Vampiros oligarcas a 31 de Março de 2010 às 10:59
Grandes títulos, hoje, no site do i:

"Ex-ministros atacam aposta de Sócrates nas energias renováveis"

"Apoiantes do manifesto querem discutir NUCLEAR e vão pedir audiências ao governo e Presidente da República"

Não sei se são mabecos se são abutres, mas é preciso uma grande falta de vergonha para que, sabendo-se o que se sabe hoje sobre a natureza dos riscos do nuclear, quem viva num país suficientemente civilizado para não partilhar a responsabilidade por esse crime contra as gerações presentes e futuras, aposte na imitação do tique de barbárie partilhado por outros.

Falta de vergonha ou sofreguidão de lucros ?

Postado por RN às 10:07 0 comentários
Marcadores: centrais nucleares, energia


De anónimo a 31 de Março de 2010 às 11:44
« NÃO ao NUCLEAR »
Queremos Ferrel, o Guadiana e todo o Portugal Livre do Nuclear e de Vampiros-chulos !!


De DD a 31 de Março de 2010 às 00:55
Acrescento ainda que o fuel oil, mazoute ou petróleo pesado´resultante da refinação das gasolinas, gasóleos e óleo lubrificantes pode acabar por ser quase gratuito com o desenvolvimento das energias renováveis pois se o consumo descer muito, as refinarias terão de o deitar fora ou dar.
Mas, saliente-se que em Portugal como noutros países, as centrais térmicas serão sempre necessárias por haver momentos sem vento e anos muito secos. Assim, a electricidade obtida pelo vento e pela água conduz a uma redução da electricidade térmica, o que não deixa de ser bom. Mas, atenção, o automóvel eléctrico pode transtornar as contas por reduzir a totalidade das importações de petróleo bruto.


De isolda a 31 de Março de 2010 às 09:16
Desnecessários os palavrões que pululam neste artigo. Tira imediatamente a vontade de o dar a conhecer a outras pessoas.

"Dégoutante", simplesmente.

isolda


Comentar post