1 comentário:
De Zé das Esquinas o Lisboeta a 21 de Abril de 2010 às 17:45
É o que se pode chamar de direitos iguais para igual exploração.
Tempos difíceis para quem precisa e tempos de fartura para quem não tem escrúpulos.
Época de vale tudo até arrancar olhos.
Mas não é preciso ir a Espanha buscar exemplos destes. Infelizmente também os cé temos.
Basta estar a tempo em algumas horas da madrugada às carrinhas que param para seleccionar os homens para a construção civil.
E até da procura de 'romenos' para as apanhas de azeitona no Alentejo ou de cereja no Fundão.
Podemos não ser ainda tão sofisticados como os espanhóis mas como somos bons a copiar tudo o que é mau, depressa lá chegaremos.


Comentar post