Nove em dez são precários !

NOVE EM DEZ SÃO PRECÁRIOS!


"Em cada dez novos empregos, nove são precários e raras vezes desembocam em contratos permanentes.  São sobretudo ocupados por jovens, por norma mais qualificados,  o que distorce a regra segundo a qual mais instrução melhora a situação profissional.

O facto de a esmagadora maioria dos empregos criados serem precários e ocupados pelos mais habilitados foi realçado por Nuno Alves, Mário Centeno e Álvaro Novo para justificar o pedido de medidas que ajudem a valorizar a educação. Num estudo publicado pelo Banco de Portugal, defendem que a educação traz benefícios para quem a tem (salários mais altos) mas, sobretudo, para a sociedade. Por exemplo, referem, Portugal não poderá ser mais rico enquanto os trabalhadores e empresários tiverem um nível de qualificação global tão baixo quanto têm agora."(Do dia)

Nota: A continuarmos assim estamos a permitir que várias gerações de trabalhadores não sejam mais do que descartáveis.
Há que pôr cobro a esta situação. Aquando do debate sobre o Código do Trabalho dizia-se que se iriam tomar medidas neste sentido.
A situação piorou e os recibos verdes existem inclusive no Estado em grandes quantidades!!
Isto quando o Ministério do Trabalho está ocupado por uma ex-sindicalista!!

MARCADORES: ,

Publicado por Xa2 às 07:05 de 27.04.10 | link do post | comentar |

2 comentários:
De Socialismo/tas sacrificado a 27 de Abril de 2010 às 11:00
Sacrifício estranho e inútil

Os polacos da Internacional Socialista (IS) e do Partido Socialista Europeu (PSE) foram aplicadores dóceis da partitura económica neoliberal, na desafinada orquestra dirigida pelo Partido Popular Europeu (PPE) e foram seguidores disciplinados da terceira via na aventura iraquiana de Blair.

Os húngaros da IS e do PSE participaram com denodo na mesma orquestra na execução da mesma partitura.

Os resultados económicos de uns e outros não foram os mesmos, mas com a diferença de alguns anos, primeiro os polacos e agora os húngaros foram varridos pelos eleitores de qualquer verdadeira relevância política do mapa de ambos os países.
Num e noutro caso, com exclusivo benefício eleitoral das direitas, mais ou menos radicais.

Se nos recordarmos do que tem vindo a acontecer, em sucessivas eleições, na Dinamarca e na Holanda e se olharmos para a actual paisagem política alemã, bem como para o terrível cinzentismo da esquerda italiana, talvez nos devamos interrogar sobre a razão pela qual, um após outro, os partidos europeus da IS se encaminham mansamente para o altar sacrificial do neo-liberalismo, para sofrerem por deuses que não são seus.

O PS e Portugal passam por tempos difíceis, em boa parte por força da pilhagem financeira perpetrada pelos artefactos mais perversos do capitalismo internacional, mas, mesmo que seja certo tomar como único caminho no curto prazo o que está a ser seguido, não compreendo como se pode ter gerado no seio do PS um silêncio tão pesado sobre tudo o que transcenda o imediato.

Queremos nós ser mais um cordeiro dócil, sacrificado inutilmente no estéril altar do neoliberalismo do PPE , para desgraça dos portugueses e desconsideração da própria ideia de Europa ?

Postado por RN às 10:41 , http://ograndezoo.blogspot.com/ 26.04.2010


De HELP a 27 de Abril de 2010 às 11:02
Trabalhadores 'encornados'...

Governo PS (Min. Trabalho e Sec.E. Admin.Púb., ...), em conluio com a cúpula da UGT enganaram os trabalhadores e os militantes e simpatizantes Socialistas, fazendo legislação ABOMINÁVEL (Código Trabalho, SIADAP, ...) e ainda pretendiam ir mais longe com a 'flexiNsegurança'...(suspensa até... vir o PSD) ...

com 'amigos' destes os trabalhadores não precisam de + inimigos...


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO