7 comentários:
De Zé das Esquinas o Lisboeta a 14 de Maio de 2010 às 19:26
Foi uma semana de 4 'F's
- Fado (RTP1)
- Futebol (Benfica)
- Fátima (Papa)
O 4º 'F' é meu e é exclamativo:
- Fosga.se!...


De Levaio para o céu, Senhor a 14 de Maio de 2010 às 10:08
Que pena eu tenho do senhor socretino que foi obrigado a impor uma redução de 5% nas remunerações dos políticos uma questão simbólica.

Aceitou, para uns o simbolismo e não se coibiu de impor as outros, aos mais necessitados, o cataclismo.

Essa de misturar o pão, os medicamentos, a água ... com a Coca-Cola é de gritos.

Levaio para o céu Senhor, que cá na terra já ninguém o quer.


De Raposo a 13 de Maio de 2010 às 16:57
Há um raposo a tentar arregimentar as hostes . Como de costume só se lembram do pago em momentos de aflição . Quando é para distribuir tachos e mordomias não passam cartão a ninguém .

Vejam lá se encontram a chave da gaveta e libertam o socialismo.
Por acaso ainda se lembram o que tal palavra significava?


De Correcção a 13 de Maio de 2010 às 16:59
onde se lê "pago" deve ler-se "pagode"


De dicionário a 13 de Maio de 2010 às 17:13
Fonte: Wikpedia:
"... O socialismo moderno originou no século XVIII movimentos políticos intelectuais e da classe trabalhadora, criticando os efeitos da industrialização e da propriedade privada na sociedade.
Os socialistas utópicos, incluindo Robert Owen (1771-1858), tentaram encontrar formas de criar comunas auto-sustentáveis por secessão de uma sociedade capitalista. Henri de Saint Simon (1760-1825), o primeiro a utilizar o termo socialismo, foi o pensador original que defendia a tecnocracia e o planejamento industrial.
Os primeiros socialistas previram um mundo melhor, através da mobilização de tecnologia e combinando-a com uma melhor organização social. Os primeiros pensadores socialistas tendem a favorecer uma autêntica meritocracia combinada com planejamento social racional, enquanto muitos socialistas modernos têm uma abordagem mais igualitária.
Vladimir Lenin, com base em idéias de Karl Marx, de "baixa" e "alta" fases do socialismo, definiu o "socialismo" como uma fase de transição entre o capitalismo e o comunismo."

A qual 'gaveta' se refere seu 'raposinho'?


De Zé das Esquinas o Lisboeta a 13 de Maio de 2010 às 16:26
Penso que está na altura de mudarmos de Primeiro Ministro.
Não é preciso eleições antecipadas, basta o actual renunciar ao cargo. O PS terá, com certeza, outra figura política nas suas fileiras com o perfil indicado para Primeiro Ministro de Portugal, que se adeqúe à grave e actual situação financeira e económica da nação.
Na minha opinião, José Sócrates, independentemente da sua honestidade pessoal, política e partidária não estar por mim em causa, deixou de ser a figura de referência que o Pais precisa para tentar a sua reabilitação e recuperação económica.
Perdeu o estado de graça e já não consegue motivar e 'agarrar' os cidadãos à volta do grande esforço e dos sacrifícios que se terão inevitavelmente que ser feitos por todos nós.
Não conseguirá os consensos quer político partidários quer com as entidades representativas dos trabalhadores e patronais necessários. Porque vai ter que tocar a todos.
E José Sócrates não é a figura congregadora dessa maioria de vontades que o país precisa.
Se lhe restar algum sentido de estado e discernimento político, deverá fazê-lo. Se tiver verdadeiros e preocupados amigos entre os seus pares, deverão tentar chamá-lo à razão e convencê-lo a renunciar ao cargo.
Esperemos que haja bom senso e seja rápida e pacífica esta mudança, cada dia que passa será mais difícil e maior o esforço.
Os interesses de Portugal devem estar em primeiro lugar.


De Zé das Esquinas o Lisboeta a 13 de Maio de 2010 às 15:26
Cada vez mais a política está como o futebol, o que é verdade ontem é mentira amanhã.
Quem diria que éramos governados por um Pimenta Machado transvertido de filósofo grego...


Comentar post