4 comentários:
De Choldra a 19 de Maio de 2010 às 15:37
... num pais sem justiça ou com os seus operadores ao serviço do dinheiro, o que mais se podia esperar ...?

é fartar vilanagem !!


De .Parcerias de ladroagem. a 19 de Maio de 2010 às 15:51
Lucros para os privados, riscos e prejuízos para o Estado: e chamam-lhe "parcerias"

É uma decisão que vai fazer história. A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) intimou dois hospitais públicos a pagarem a meias uma operação a um descolamento da retina que uma doente fez no hospital privado Cuf Descobertas (Lisboa), depois de esta não ter sido atendida de imediato nas duas unidades, por ser véspera de fim-de-ano.

- por Filipe Tourais, em 19.05.2010, http://opaisdoburro.blogspot.com/2010/05/lucros-para-os-privados-riscos-e.html


De aumento seno a 19 de Maio de 2010 às 15:56
Eu acredito que muitas empresas estão disfarçados por trás da crise económica para não pagar mais para os trabalhadores


De Zé das Esquinas o Lisboeta a 20 de Maio de 2010 às 10:36
Coitado do nosso PM que em entrevista à TV1 disse não saber se era atingido pelo 45% de IRS...
Tadinho dele que ainda não fez contas...
É mesmo um mediocre mental este nosso metroministro.
É uma afronta ao cidadão comum que todos os dias faz contas ao que não tem ou ainda não recebeu, para pagar o que já deve...
Vivem mesmo num mundo à parte estes nossos governantes.
Lembro-me de um ministro em tempos afirmar que nunca tinha ido às compras de mercearia, num supermercado. Não sabem quanto custa os bens essenciais para a vida dos cidadãos que eles dizem governar. Mentalidade miserável.
Como se pode decidir da 'vida' dos outros se não se conhecem as realidades do dia-a-dia do povo?
Ou eles pensam que as preocupações do vulgar cidadão é o índice Dow Jones? Ou a alfaiataria de Wall Street?
Tenham dó. Eles não têm a culpa, nós a que somos os responsáveis. Coragem para a mudança.


Comentar post