2 comentários:
De Pedem mas não fazem a 26 de Maio de 2010 às 16:08
Diário da República nº 28 - I série- datado de 10 de Fevereiro de 2010
- RESOLUÇÃO da Assembleia da República nº 11/2010.

Poderão aceder através do site http://WWW.dre.pt <http://www.dre.pt/>

Vamos ler;

Algumas rubricas do orçamento da Assembleia da Republica

1 - Vencimento de Deputados ...........................12 milhões 349 mil Euros
2 - Ajudas de Custo de Deputados........................2 milhões 724 mil Euros
3 - Transportes de Deputados ...........................3 milhões 869 mil Euros
4 - Deslocações e Estadas ..............................2 milhões 363 mil Euros
5 - Assistência Técnica (??) ...........................2 milhões 948 mil Euros
6 - Outros Trabalhos Especializados (??) ...............3 milhões 593 mil Euros
7 - RESTAURANTE,REFEITÓRIO,CAFETARIA..............961 mil Euros
8 - Subvenções aos Grupos Parlamentares.................970 mil Euros
9 - Equipamento de Informática .........................2 milhões 110 mil Euros
10- Outros Investimentos (??) ..........................2 milhões 420 mil Euros
11- Edificios ..........................................2 milhões 686 mil Euros
12- Transfer's (??) Diversos (??)......................13 milhões 506 mil Euros
13- SUBVENÇÃO aos PARTIDOS na A. R. ..................16 milhões 977 mil Euros
14- SUBVENÇÕES CAMPANHAS ELEITORAIS ....73 milhões 798 mil Euros


Em resumo e NO TOTAL a DESPESA ORÇAMENTADA para o ANO de 2010, é :¤
191 405 356,61 (191 Milhões 405 mil 356 Euros e 61 cêntimos) - Ver
Folha 372 do acima identificado Diário da República nº 28 - 1ª Série
-, de 10 de Fevereiro de 2010.

Vamos lá então ver se isto agora já o começa a incomodar um "bocadinho". Repare:

Cada deputado, em vencimentos e encargos directos e indirectos custa
ao País, cerca de 700.000 Euros por ano. Ou seja cerca de 60.000 Euros
mês.

E depois pedem sacrifícios ao povo.


De Zé das Esquinas o Lisboeta a 26 de Maio de 2010 às 16:20
A distância entre o poder político e o pvo é tanta que ouvi o nosso PM na TV dizer mais ou menos isto:
- Que também ele ía se calhar ser afectado pelo aumento dos impostos, mas não sabia em quanto...
A diferença que há entre a quem o pouco que lhe vão tirar lhe faz muita falta para o dia-a-dia;
E a quem nem aquece nem arrefece mesmo que seja bastante... que nem se deu à preocupação de saber quanto menos vais receber.
Pode não parecer grave, mais este desleixo e inconveniência do nosso PM, mas é grave.
Grave porque mostra a distância intelectual que o separa de do povo.
Quem não se sente um de nós, não nos pode ajudar.


Comentar post