De Zé das Esquinas o Lisboeta a 30 de Maio de 2010 às 14:14
Aproveitando os recentes e importantes desenvolvimentos científicos, DD desenvolve um artigo genérico sobre o assunto onde aproveita para se espraiar sobre religião e a existência de Deus…
Mas o que o nosso ‘sargentão’ realmente quer com este post é, novamente, fazer aquilo que ele deve considerar o seu desígnio – defender o regime do seu partido, o seu Sócrates, as políticas e acções que este governo vais implementando, independentemente da sua justeza, necessidade e até validade.
E isto está, como já esperava, no seu último parágrafo, numa ‘coisa’ totalmente descontextualizada do post a que DD chama ‘Por último uma nota…’
E aí sim, vêm os dislates do costume, ou como diria o meu pai, ‘borrar a pintura toda’.
Justificar a banca (?), a crise económica (?), o neo-liberalismo e até a auto-regulação dos mercados…
Mas sobre tudo defender a banca em si mesma.
Admirados? Não. Eu não estou. Leitor atento do que DD aqui escreve, por postagem ou em comentários, já estava à espera, embora esteja ainda por perceber o que o move.
Ainda não entendi o que faz de um indivíduo aparentemente inteligente, culto e que escreve bem, raciocinar tão mal.
Tal como ainda me custa a entender, por exemplo, como no século passado um país como a Alemanha, foi arrastada por um alucinado para aquilo a que se chamou a 2ª Guerra Mundial. Como foi possível, tanta gente, elites e povo, fazerem as atrocidades e cometerem os hediondos crimes contra a humanidade e arranjar políticas que as justificavam?
DD é mais um exemplo dos que por muito bem que escrevam, são ‘perigosos’ para a sociedade civil. Porque são estes os ‘seguidistas’ que permitem que as políticas correntes se arrastem por tempo demasiado.
Não sei se DD já é ‘comendador’, mas perante os ‘fretes’ que faz, já fez e ‘cegueira’ reverenciada perante o poder instituído, já o merecia.
Bem hajas DD, o Luminária para contrabalançar tantos e bons postantes que aqui há, também precisava de uma ‘anedota’ como tu.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres