4 comentários:
De Zé das Esquinas o Lisboeta a 31 de Maio de 2010 às 10:01
“… O sargento sindicalista, como é habitual na sua espécie,…”
Qual espécie DD? De sargento? De sindicalista? De ambas?
Quais delas te incomodam?
Julgo que sei. O que o incomoda é que o 'sargento sindicalista' afrontou uma decisão do governo - opinou contra. E isso é para DD pior que uma blasfémia é para um crente.
Mais uma vez pelo já habitual fica borrado o conteúdo do post, pelo seguidismo obtuso deste cego defensor ao poder instituído.
É que DD mostra mais uma vez que é um fundamentalista do PS. E está aqui no Luminária em missão.


De anónimo a 31 de Maio de 2010 às 09:29
Apesar de tudo (de muitas falhas de coordenação, de modernização, de... e de submissão à nomenclatura do PCP, do PS e do PSD) prefiro o SINDICALISMO ...
do que os mentirosos, propagandistas e sabujos do Poder partidário-financeiro-... e seus advogados NEPOTISTAS, CORRUPTOS, LADRÕES e EXPLORADORES SELVAGENS !!


De Zé T. a 31 de Maio de 2010 às 09:17
«... a mais um aldrabilhas profissional, um sargento da respectiva associação sindical. ...» esta parte era escusada DD - criteique as ideias ou a falta delas mas evitem-se os insultos.
Com este proceder, ficam 'permitidos' comentários de equiparável conteúdo... contra o DD.

Bom, o que parece que também faz falta na análise é questionar a validade de um exército/ F.Armadas com tanta gente ... incluindo tantos oficiais superiores e generais ! em tempo de PAZ e de enquadramento de Portugal na UE e na NATO.

E se existe bom equipamento para ''um batalhão ou mais'' (o resto subentende-se que é menos bom, desadequado ou mau) tem lógica que se pense em reduzir as FA... deixando apenas algumas unidades de élite (e participação em missões internacionais) e algumas de instrução e apoio.
Esta era uma forma de poupar muito dinheiro dos cofres públicos ... podendo os jovens e milicianos ser disponibilizados para actividades mais necessárias e produtivas (PSP,GNR, bombeiros, socorro-paramédicos, protecção e desenvolvimento florestal, agricultura, pesca, indústria, ...)




De DD a 31 de Maio de 2010 às 20:57
Está em curso uma importante redução das FAs , nomeadamente do exército e também há a pretensão de não promover todos os tenentes-coronéis a coronéis e depois a generais ou quase todos e os capitães-de-mar-e-guerra a vice-almirantes, o que fez parte de uma ampla política com dezenas de anos de promover toda a gente na função pública ao posto máximo possível, o que acho muito bom e acharia ainda melhor se eu tivesse sido funcionário público, mas tem os seus custos e todos pagamos.

Tal como acontece na biologia, todos os organismos tendem a crescer continuamente e a fazer emergir a complexidade até atingir-se a crise como a que levou ao desaparecimento dos dinossáurios e levou pequenos mamíferos a iniciarem um processo de crescimento e complexidade até chegar ao humano, este ano criador de vida artificial e inventor dos antibióticos e de Auschwitz .


Comentar post