Pirataria no Mediterrâneo

...Impossível não começar e acabar, hoje, pelo Mediterrâneo: o acto de pirataria cometido por Israel em águas internacionais contra a flotilha de navios turcos que transportava ajuda humanitaria para Gaza abre os noticiarios e provoca manifestações de indignação em todas as latitudes.

Eu não fiquei propriamente surpreendida pela abordagem brutal israelita (recordo as imagens escalavradas de outros navios que Israel impediu de chegar às praias de Gaza), mas esperava uma calibragem mais inteligente em reacção à provocação que a flotilha representava

- uma provocação justificável face a essa outra provocação à comunidade internacional que resulta do bloqueio israelita a Gaza (e ainda na semana passada Israel tentou estupidamente impedir uma delegação do PE de se deslocar a Gaza, forçando-a a entrar pelo Egipto).

Evidentemente que partilho a indignação e a condenação geral.

1. Pelos mortos - a esta hora já vão em 19 - e pelos feridos.

2. Pelos palestinianos - o bloqueio que Israel impõe a Gaza não é só desumano, ilegal e uma afronta às Nações Unidas, logo a todos nós: acaba por ser fuel da radicalização do Hamas e "desculpa" para a tirania deste em Gaza.

3. E também pelos israelitas - que parecem condenados a unir inimigos e alienar velhos aliados (agora os turcos, há semanas a Administração Obama), ficando com a sua segurança comprometida e a imagem do seu país deslegitimada pela vertigem machista dos politicos de extrema-direita que puseram no poder.

Só nos faltava mesmo mais esta: ver um compungido Bibi, de voz embargada e trejeitos contraídos, a queixar-se de que os rambos atacantes, que desceram de helicóptero sobre os navios turcos, foram - tadinhos - ... agredidos. Com Bibis como este, para que precisa Israel de inimigos?

AG, Causa Nossa



Publicado por Xa2 às 08:07 de 01.06.10 | link do post | comentar |

2 comentários:
De Izanagi a 1 de Junho de 2010 às 23:33
Eu que não sou Judeu não me sinto nada envergonhado. Acho que fizeram muito bem. Se eles não se defenderem ninguém os defende.
O que me indigna é que fanáticos anti –israelitas, como Ana Gomes, venham dizer que os soldados israelitas não foram agredidos, quando todas as imagens mostram o contrário. O que diria se não houvesse imagens. Mas não é a única. Há minutos, Nuno Rogério, comentador de assuntos internacionais na SIC, perante a s imagens de ataque dos “ajudantes humanitários(?)” com barras dizia que os mesmos estavam a despir os soldados para os deitarem à água. Tanto ele como Ana Gomes, deviam ser assim despidos diariamente. Talvez tivessem mais cuidado com as mentiras que escrevem. Talvez mesmo não escrevessem durante muito tempo, por não aguentarem o “resfriado”.
Os Israelitas são maus. Bons são os gajos do Hamas e da Fatah. Também os Turcos, que são bons, devem ter razões de queixa. Exterminaram milhões de curdos ( que são maus) e não só na 2ª guerra mundial e mesmo actualmente continuam a combater, com forças completamente desproporcionais, os curdos. Mas curiosamente nunca ouvi da fundamentalista Ana Gomes, palavra de protesto contra a Turquia por essa violação dos direitos humanos.
Porque é que ela não emigra, já não digo para a Faixa de Gaza, mas para a Arábia Saudita, onde as mulheres tem um estatuto privilegiado?


De . a 1 de Junho de 2010 às 10:51
Como Judeu sinto-me envergonhado e triste.

Netanyahu parece ser um adepto ferveroso de práticas belicistas dos nazistas como matar.
Netanyahu é também um defensor das acções militares dos ingleses sobre os navios Exodus.
O Hamas é um grupo Terrorista e então devemos condenar as suas acções
A Jihad Islâmica é um grupo Terrorista e então devemos condenar as suas acções
O Hezbollah é um grupo Terrorista e então devemos condenar as suas acções
O Governo de Israel é um grupo Terrorista e então devemos condenar as suas acções
Afinal de contas, os verdadeiros culpados foram os mortos que tentaram invadir como piratas os navios de guerra de Israel, porque estes só ali estavam para segurança dos outros!!!
Hitler difundia as mesmas justificações para defender, como justa causa, a eliminação de opositores políticos, a ocupação de territórios ou a eliminação de judeus, raça inferior, que conspurcavam o arianismo da raça pura.
Será que o Povo/Nação/Habitantes de Israel e os Judeus de todo o mundo defendem estas práticas?

Como Judeu sinto-me envergonhado.
Publicada por Capitão de Rebordelo em 5/31/2010 09:00:00 PM http://sacosmolhados.blogspot.com/2010/05/como-judeu-sinto-me-envergonhado-e.html


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO