2 comentários:
De DD a 11 de Junho de 2010 às 22:03
A ideia de que a soberania nacional reside na possibilidade de um país se endividar eternamente é falsa.
Não há democracia nem soberania para fazer chover dinheiro. Os países como as pessoas devem viver do seu trabalho e proteger os seus postos de trabalho.
Portugal é obrigado a endividar-se para importar bens chineses, alemães, espanhóis, etc. É fundamental alterar as regras da União Europeia, nomeadamente o Tratado de Lisboa para limitar a circulação de bens, impondo uma taxa à saída de dinheiro ou fazer com que os empréstimos externos se tornem mais caros pela via de juros mais altos.
A indústria e a agricultura portuguesa trabalham quase a 50% relativamemnte ao que têm investido. Podem duplicar a produção sem grandes investimentos e o País pode criar um IVA especial para produtos de grande luxo como sucede com os automóveis.


De Zé das Esquinas o Lisboeta a 11 de Junho de 2010 às 12:33
Em primeiro lugar quero agradecer-lhe o seu post porque ele foi muito útil para mostrar a este 'ingrato' povão portuga, que está sempre a dizer mal dos nossos amados governantes... Ora 'tomem lá qué pá prenderem'. Lá fora é mesma sem vergonhice...
Se estavam a pensar imigrar, tirem mas é o cavalinho da chuva...
Levam com outros 'sacanas' que nem sabem falar a nossa língua... e são igualinhos ou piores que os nossos...
Ora passem mas é a respeitar o que é nosso. Porque o que é português também pode ser igual aos lá de fora... Tãoa ver, seus ingratos?
E já agora mostrem-se orgulhosos com os portugas que vão lá para fora trabalhar e obtêm muito reconhecimento... Sim, sim, esse mesmo o Victor que foi para Vice daquela coisa. Cá era uma merda..., não sabia supervisionar e tã-tã-tã... e vejam lá, vai lá para fora e é logo para Vice-Presidente do Banco.
Ou pensavam que eu estava a falar do Mourinho?


Comentar post