3 comentários:
De Zé das Esquinas o Lisboeta a 26 de Junho de 2010 às 20:34
Realmente é muito importante saber por Decreto-Lei, que nos tribunais quando estão fechados não trabalham...
O pior é que quando estão abertos, também parece que trabalham pouco... ou que o trabalho não rende.


De DD a 26 de Junho de 2010 às 19:03
De acordo com a nova ortografia não se escreve actos, mas sim atos. Não só os atos jurídicos, mas também os atos sexuais foram simplificados com a perda do c.
Os juristas devem ser os primeiros a adotar o novo acordo ortográfico que internacionaliza língua portuguesa de uma forma mais homogénea em três continentes.
O corretor ortográfico FLIP deste blog não foi ainda atualizado.

Com c...., a ditadura do c acabou, agora temos ações, acionistas, retificações, transações, ativos, contrações. etc.


De Zé T. a 24 de Junho de 2010 às 14:19
''quem parte e reparte e não fica com a melhor parte... ou é burro ou não sabe da arte !''

é lógico que os ilustres legisladores e seus assessores (a maioria destes e daqueles são licenciados em direito), mais os amigos e associados ...dos gabinetes de assessoria, pareceres jurídicos, intermediação de negócios e advocacia ... TÊM que reservar o seu quinhão ... têm que GANHAR o SEU ....$$$


Comentar post