2 comentários:
De quem paga a crise? a 16 de Julho de 2010 às 13:32
Debate sobre o Estado da Nação

PCP desafia Sócrates a dizer quem paga a crise
15.07.2010 - Público, Sofia Rodrigues

O líder do PCP, Jerónimo de Sousa, questionou o primeiro-ministro sobre se é justo que a crise seja paga tanto pelos culpados como pelos que estão inocentes. “Diga qual é a fatia que é sacada a quem trabalha e a fatia sacada à banca, às mais-valias bolsistas e aos capitais que voam para os off-shores”, desafiou, lembrando o aumento da carga fiscal com o IRS e com o IVA.
Jerónimo de Sousa também criticou o irrealismo do discurso inicial de José Sócrates. “O Estado da Nação não é o que disse, é muito mais grave. Portugal pode sair da crise mas não é com discursos de retórica”, apontou.

Na réplica, embora sem responder directamente à pergunta de Jerónimo de Sousa, o primeiro-ministro realçou que a sua visão não é “optimista” mas sim “realista”. E, tentando contrariar um discurso que apelidou de “embuste”, Sócrates voltou a referir os números do INE sobre pobreza, tal como já fez em resposta a outras bancadas. “Esse discurso da pobreza é desmentido pelos números”, disse, apontando por exemplo como “facto” que as desigualdades entre os mais ricos e os mais pobres caiu de 6,9 por cento para seis por cento.



De .terá perdão?... a 16 de Julho de 2010 às 13:28

Gestor de crédito assaltava bancos à mão armada
16.07.2010 - 13:09 Por Lusa

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um gestor de crédito suspeito de assaltos à mão armada a seis bancos no distrito do Porto, dois dos quais quinta-feira em Gaia e Penafiel.

Em comunicado, a PJ refere que o homem, de 37 anos, é também o presumível autor dos dois assaltos a agências bancárias ocorridos em 5 de Março em Vila do Conde e de mais dois assaltos a bancos registados em 6 de Maio, na Maia e em Matosinhos.

O detido vai ser apresentado a interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.

.... ''Ladrão que rouba a ladrão...''


Comentar post