De Tolerância a 22 de Julho de 2010 às 12:50
Síria - O Direito à Identidade Secular

A Síria proibiu o uso do niqab (véu islâmico que cobre o rosto deixando apenas os olhos a descoberto) nas suas Universidades (ler Aqui).
Alegando a defesa da identidade secular do país e da sua cultura, o Ministério da Educação da Síria afirma que o uso do niqab contraria a ética universitária (ler Aqui), denotando nesta afirmação a consciência de que a discriminação sexual é contrária ao conhecimento.

A afirmação política nesta matéria por parte de um país cuja História está na raiz da civilização que conhecemos (a sua capital, Damasco, é considerada uma das cidades mais antigas continuamente habitadas) em simultâneo com a sua identidade árabe assumida no nome oficial do país, República Árabe da Síria, e na sua língua oficial, árabe, renova o horizonte de esperança de um mundo melhor para todos, mais equitativo, menos discriminatório, mais igualitário e mais humano, empenhado na construção de uma coexistência pacífica multicultural, capaz de respeitar a diversidade e de promover a ética comum inerente aos Direitos Humanos.
-----

Também a Turquia, Jordânia, Marrocos, ... e outros estados de maioria muçulmana não seguem os princípios aberrantes dalgumas interpretações da 'sharia' (lei islâmica) e outros textos religiosos.

Há que separar Religião de Estado, e distinguir entre Religiões (opções individuais) e suas seitas e textos sagrados, e entre Estados, e entre Pessoas ... evitando ''catalogar e pôr tudo no mesmo saco''.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres