1 comentário:
De Afinal o país não é pequeno a 27 de Julho de 2010 às 16:49
O problema de fundo é a permanente não responsabilização de ninguém , desde logo dos próprios gestores.

Certamente que havendo uma rigorosa gestão associada a uma verdadeira eficácia económica na rentabilização dos patrimónios nunca uma empresa qualquer que fosse chegaria ao ponto a que a EPUL, GEBALIS, BPNs, BPPs e outras, tanto publicas como privadas chegaram.

Afinal e, contrariamente ao que alguém afirmou " o país não é pequeno para caber nele tanto ladrão"


Comentar post