De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 12 de Agosto de 2010 às 09:58
Faz-me lembrar, aqui à uns anos, quando trabalhava numa agência de Publicidade, uma campanha que se fez para uma lista opositora a um presidente carismático de um grande clube de futebol do norte do país... Quem pagou essa campanha? O carismático presidente!
Como nos partidos políticos se imita tudo o que de mal se passa no fubetol... lá chegaremos.
Um dia teremos, nas secções ou noutros órgãos do aparelho partidário, listas de opositores inventados e pagos pelos caciques habituais, só para mostrar que somos democráticos e permitimos oposição interna. Lá chegaremos!


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres