De DD a 12 de Agosto de 2010 às 18:18
Ser militante é incompatível com a candidatura contra o partidos em que se está. Vem nos estatutos de todos os partidos portugueses e, provavelmente, de quase todo o Mundo.
Ninguém é obrigado a ser do PS e acho que ninguém deve utilizar o partido para se candidatar e ganhar eleições sem o acordo global do próprio partido e, mesmo, contra um candidato do partido.


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 13 de Agosto de 2010 às 08:06
Então e nas últimas presidenciais?
Mário Soares x Manuel Alegre?
Quem é que foi contra os estatutos do PS e dos partidos de 'todo o mundo'?
Quem foi expulso do PS?
Como foi que se posicionou o camarada?


De DD a 13 de Agosto de 2010 às 21:59
A candidatura à Presidência da República é pessoal e pode ou não ter o apoio de um ou mais partidos, mas nenhum dos candidatos limita a sua prepositura ao seu partido de origem. Todos querem os votos de mais de 50% dos portugueses.


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 14 de Agosto de 2010 às 09:57
Tem razão.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres