9 comentários:
De Desabafante a 30 de Agosto de 2010 às 12:26
Eu irei estar presente (até já me telefonaram a pedir confirmação da minha presença, simpatias ou receio de deserto participativo?) e desabafarei, repetindo o que já referi em outras, anteriores, intervenções.
o precário e mal defendido poder das assembleias e executivos das freguesias;
as promeças não cumpridas por parte de governantes e oposições (uns não fazem outros não fiscalizam);
cada vez mais assaltos e agressões na cidade;


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 30 de Agosto de 2010 às 12:33
Subtilezas da democracia face à ditadura.
Deixam-no falar, não lhe ligam é nenhuma...


De Zé T. a 30 de Agosto de 2010 às 14:06
Eu continuo a achar que é importante ir a essas Assembleias autárquicas (municipais gerais ou descentralizadas, e até às de Freguesia) e cada um dizer da sua justiça e defender os interesses da sua zona/bairro/freguesia.
Alguma coisa ficará lá registado, pelo menos nas orelhas de alguns...

Concordo totalmente que ''na luta pode perder-se uma batalha, mas quem desiste, já está vencido'', nessa batalha e na guerra da vida...

Embora também saibamos que em muitas destas batalhas os cidadãos isolados tenham muito pouca força... seja perante adversários de valor (ou convictos na defesa do seu interesse) seja perante a inércia de abstencionistas, acomodados, e desiludidos ...


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 30 de Agosto de 2010 às 18:28
Cada um é livre de se iludir a si próprio.
Isso de ficar nas orelhas... é diálogo com 'surdos'.
E não ir às assembleias, deixe que lhe diga, não é deixar de ir à luta. Há hoje outras formas de luta.


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 2 de Setembro de 2010 às 11:44
Então, valeu a pena?


De . a 6 de Setembro de 2010 às 10:42
(ver 'post' de 6.9.2010 de Zé Pessoa:)
«
JUNTAS DE FREGUESIA
Das paróquias religiosas às paróquias partidárias...


Na reunião descentralizada realizada, no passado dia 1 do corrente mês, pelo Executivo do Municipal de Lisboa,
....»

- se valeu a pena?
fica-se sempre a saber mais algumas coisas, e fazem-se algumas questões/observações pertinentes que... talvez... - ''água mole em pedra dura...''

mas estas reuniões, do ponto de vista de munícipes / cidadãos interessados na RES PÚBLICA (e sem compromissos partidários ou de dependência de favores), ficam sempre muito aquém do que se espera dos nossos autarcas/ governantes ...


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 2 de Setembro de 2010 às 11:44
Então, valeu?


De Izanagi a 30 de Agosto de 2010 às 11:03
"Sou totalmente a favor do casamento gay entre os nossos actuais políticos.
Tudo o que contribuir para eles não se reproduzirem, é bom para o País. "

Mesmo ao nivel da politica autárqica.


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 30 de Agosto de 2010 às 12:18
E então a adopção?
O amigo não vê como foi no caso do PPCoelho que dizem ter sido 'adoptado' pelo Ângelo Correia?


Comentar post