23 comentários:
De militante, às vezes a 31 de Agosto de 2010 às 10:56
Amanhã, 1 Setembro às 21:30, o candidato à FAUL Marcos Perestrelo vai à secção do Lumiar.

Querem lá ir ? ou acham que não vale a pena...

Sim já sabemos que de debate vai ser quase zero, que não terá adversários, que serão mais os acompanhantes e 'pavões' que os militantes pensantes da secção, ...

mas, mesmo assim, ...


De anónimo a 2 de Setembro de 2010 às 10:29
O ''miilitante às vezes'' acertou.

Do programa do candidato (M.Perestrello), de concreto, salienta-se a proposta de um plenário trimestral de militantes em cada concelhia...

O resto foram 'tretas' (que o outro candidato, J.Raposo, provalmente também repete...):

... a situação política actual e em 2013 ... blá, blá...
... o PS é o maior e no passado ...blá, blá...
... a FederaçãoAUL, a Área Metropolitana de Lisboa, a capital, a mais ... blá, blá...

...o q. queremos para a FAUL e para a AML ?...
...deverá ter maior (proeminência e poderes reforçados), discutir problemas, orçamento e coordenar no planeamento transportes equipamentos da região...

... e não servir apenas para indicar 4 deputados...
... ''projecto político comum''... conquistar a ''nossa base social de apoio'' e chamar de volta os militantes... dinamizar... apoiar concelhias, secções e autarcas...
...

Das intervenções dos presentes destacam-se:
... eu apoio-o... é o único... o nosso presidente... o dr. M.P., .... sempre achei... as qualidades... o perfil... já ganhou... peço desculpa por chegar atrasado e não o ter ouvido mas apoio e subscrevo as palavras ...
...


De Socialista a 3 de Setembro de 2010 às 10:53

- E não haverá um/a 3º candidato/a à presidência da FAUL ?!
- Nem um DEBATEzinho entre os 2 (ou +) candidatos ?

É que sendo assim... apenas isto... não motiva sequer a ir votar, a ir às secções, a continuar a ser do PS ...


De DD a 30 de Agosto de 2010 às 22:35
O homem só se identifica com a sua própria candidatura.
A esquerda socialista morreu porque foi comprada. O Pinto de Sousa matou o movimento com uns tachos porreiros para algumas das principais cabeças do movimento.


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 31 de Agosto de 2010 às 10:04
Se se deixaram comprar por uns tachos porreiros, também não eram verdadeiramente uma alternativa ao que quer que fosse. Quando muito eram alternância, ou seja, mais do mesmo.
E de esquerda, seja lá o que isso hoje ainda quer dizer, só tinham o nome.
Mas ó DD vossemecê diz que no PS as pessoas se compram? E logo pelo se amado líder?
Ainda um dia o apanho a fumar...


De Esquerda Socialista a 31 de Agosto de 2010 às 10:29
Desculpem lá ...
mas na Esquerda Socialista (como noutras facções/correntes de opinião) há bons e maus exemplos/ práticas/ aproveitamentos...
mas não são todos nem creio que seja a maioria neste ramo do PS
(e RN muito menos; e quanto a RN ''só se identificar com a sua própria candidatura'' também discordo: ele apoiou outros; mas não gosta de ser manipulado nem deixa de pensar pela própria cabeça...).

Não contesto o que DD afirma (creio que nesse aspecto ele conhece bem muitos 'cabeças'...), até porque a prática dos 'estabelecidos' tentarem controlar movimentos/opositores através da compra de alguns cabecilhas/ vendáveis / infiltrados... já é antiga.

Quanto à inscrição/apoio à corrente Esquerda Socialista creio que continua aberta (na dúvida, pesquisar na net ou contactar Rui Namorado, por exemplo através de comentário no seu blog: o grande zoo )


De Anonimo a 30 de Agosto de 2010 às 22:21
As entradas para a Esquerda Socialista pararam ou foram bloqueadas?


De Poderes arbitrários a 30 de Agosto de 2010 às 16:50
Cá pela capital, do país, as maleitas são as mesmas e mesmo com duas candidaturas quem irá, de certo, ganhar é a abstenção, como já vem sendo habitual .

Nenhum dos candidatos e das respectivas candidaturas aportam qualquer, significativa, proposta de mudança.

As hipóteses que "Rui Namorado" coloca vêm sendo levantadas por muitos de nós, mas, convenhamos, são meras utopias . Então as/os donas/os do aparelho iriam lá querer abrir mão dos seus poderes arbitrários ?


De Transparência e Revolução interna. a 1 de Setembro de 2010 às 12:41
é verdade que os/as 'donos e prima-donas' controladores do aparelho e tachos... não querem 'abrir a mão'... mas também é verdade que a UTOPIA só o é enquanto não for levada à PRÁTICA, tal como em todas as Revoluções...

as estruturas/dirigentes partidários podem ser FORÇADOS a tal revolução interna ... seja através de correntes de opinião, secções, ciberseções, moções sectoriais nos congressos, blogues, jornais, ... manifestações !!

ou mesmo através da criação de organizações REBELDES (para-oficiais, sem o controlo dos ''secretariados oficiais'' do partido, com militantes e simpatizantes ligados em rede, pela internet, e-mails, SMS, ... - e listas de contactos não são difíceis de arranjar...)


De . a 30 de Agosto de 2010 às 15:14
Caro Rui Namorado, a sua análise às eleições para a concelhia de Coimbra é muito similar à que muitos militantes fazem das eleições internas do PS:

-Candidatos que não tem vontade de mudar o PS,
um discurso e ideias muito vago de modo a não suscitar debate e clarificação de posições (porque pode implicar perda de apoio e votos).
Mário Soares já referiu repetidamente que falta vida e sentido critico ao PS, e quem mais é prejudicado com isso é governo e a direcção do PS, que perdem assim um partido que podia ser uma consciência critica, fonte de ideias e exigência para os seus representantes e lideranças.

O PS tem de mudar para ser mais relevante e útil à sociedade.
Apoio totalmente as ideias que apresentou. Convido-o a conhecer também o iniciativa que lancei em Janeiro deste ano: http://www.facebook.com/group.php?gid=246936858817
Um abraço
João Nogueira dos Santos
Militante do PS desde Janeiro 2010

29 de Agosto de 2010 22:35
Anónimo disse...

Também concordo genericamente com R.N. (mas considero que o direito de voto e de representação/eleição deve ser exclusivo de militantes),
mas o que se passa no PS Coimbra é comum a outras federações e concelhias, ...
todo o Partido sofre do mesmo.

Precisamos de:
. Primárias internas para escolha de candidatos;
. mais transparência e simplicidade nos processos eleitorais;
. mais debate de ideias/propostas concretas (mesmo que poucas); e
. menos discursos/moções 'redondos e balofos' que servem para tudo e NADA.


De Zé T. a 30 de Agosto de 2010 às 15:46
O Partido precisa de se ReQUALIFICAR, com:

. PRIMÁRIAS internas para escolha de candidatos (tanto a deputados à AR como ao PE, Ass.Municipais, Freguesias, ... a representantes em Congressos e a líderes ...);
. mais transparência e simplicidade nos processos eleitorais;

. mais debate de ideias/propostas concretas (mesmo que poucas);
. menos discursos/moções 'redondos e balofos' que servem para tudo e NADA;

. mais referendos internos (+ Democracia directa);
. MELHOR comunicação (nos 2 sentidos);

. melhor uso das TIC (NÃO é ABUSO / massificação de meios NÃO: jornal, carta, telefone, e-mail, página Net, newsletter, blog, facebook, tuitter, ...)- nacional, da federação, da concelhia... de candidatos a presidentes ou a secretários, de militantes... ;

. implementação das CiberSecções;
. MENOS estruturas e para-estruturas (des-)organizativas e 'mandantes'
(: níveis: nacional, federativo, concelhio, secções residência, secções temático-laborais, departamento de mulheres, juventude, ...fundações, gabinete de Estudos, gabinete de comunicação..., gab. apoio a..., de ideias, ...de... )


Comentar post