Estratégias de manipulação
"10 ESTRATÉGIAS DE MANIPULAÇÃO" ATRAVÉS DOS MÉDIA

O linguista norte-americano Noam Chomsky elaborou a seguinte lista de "10 estratégias de manipulação" através dos média. Segue uma tradução publicada no Brasil: 

 

1- A ESTRATÉGIA DA DISTRAÇÃO.

 O elemento primordial do controle social é a estratégia da distração que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e das mudanças decididas pelas elites políticas e econômicas, mediante a técnica do dilúvio ou inundações de contínuas distrações e de informações insignificantes. A estratégia da distração é igualmente indispensável para impedir ao público de interessar-se pelos conhecimentos essenciais, na área da ciência, da economia, da psicologia, da neurobiologia e da cibernética. "Manter a atenção do público distraída, longe dos verdadeiros problemas sociais, cativada por temas sem importância real. Manter o público ocupado, ocupado, ocupado, sem nenhum tempo para pensar; de volta à granja como os outros animais (citação do texto 'Armas silenciosas para guerras tranqüilas')".

 

2- CRIAR PROBLEMAS, DEPOIS OFERECER SOLUÇÕES.

Este método também é chamado "problema-reação-solução". Cria-se um problema, uma "situação" prevista para causar certa reação no público, a fim de que este seja o mandante das medidas que se deseja fazer aceitar. Por exemplo: deixar que se desenvolva ou se intensifique a violência urbana, ou organizar atentados sangrentos, a fim de que o público seja o mandante de leis de segurança e políticas em prejuízo da liberdade. Ou também: criar uma crise econômica para fazer aceitar como um mal necessário o retrocesso dos direitos sociais e o desmantelamento dos serviços públicos.

 

3- A ESTRATÉGIA DA GRADAÇÃO

Para fazer com que se aceite uma medida inaceitável, basta aplicá-la gradativamente, a conta-gotas, por anos consecutivos. É dessa maneira que condições socioeconômicas radicalmente novas (neoliberalismo) foram impostas durante as décadas de 1980 e 1990: Estado mínimo, privatizações, precariedade, flexibilidade, desemprego em massa, salários que já não asseguram ingressos decentes, tantas mudanças que haveriam provocado uma revolução se tivessem sido aplicadas de uma só vez.

 

4- A ESTRATÉGIA DO DEFERIDO. (DIFERIDO é que é) 

Outra maneira de se fazer aceitar uma decisão impopular é a de apresentá-la como sendo "dolorosa e necessária", obtendo a aceitação pública, no momento, para uma aplicação futura. É mais fácil aceitar um sacrifício futuro do que um sacrifício imediato. Primeiro, porque o esforço não é empregado imediatamente. Em seguida, porque o público, a massa, tem sempre a tendência a esperar ingenuamente que "tudo irá melhorar amanhã" e que o sacrifício exigido poderá ser evitado. Isto dá mais tempo ao público para acostumar-se com a idéia de mudança e de aceitá-la com resignação quando chegue o momento.

 

5- DIRIGIR-SE AO PÚBLICO COMO CRIANÇAS DE BAIXA IDADE. 

A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discurso, argumentos, personagens e entonação particularmente infantis, muitas vezes próximos à debilidade, como se o espectador fosse um menino de baixa idade ou um deficiente mental. Quanto mais se intente buscar enganar ao espectador, mais se tende a adotar um tom infantilizante. Por quê? "Se você se dirige a uma pessoa como se ela tivesse a idade de 12 anos ou menos, então, em razão da sugestionabilidade, ela tenderá, com certa probabilidade, a uma resposta ou reação também desprovida de um sentido crítico como a de uma pessoa de 12 anos ou menos de idade (ver "Armas silenciosas para guerras tranqüilas")".

 

6- UTILIZAR O ASPECTO EMOCIONAL MUITO MAIS DO QUE A REFLEXÃO

Fazer uso do aspecto emocional é uma técnica clássica para causar um curto circuito na análise racional, e pôr fim ao sentido crítico dos indivíduos. Além do mais, a utilização do registro emocional permite abrir a porta de acesso ao inconsciente para implantar ou enxertar idéias, desejos, medos e temores, compulsões, ou induzir comportamentos...

 

7- MANTER O PÚBLICO NA IGNORÂNCIA E NA MEDIOCRIDADE.

Fazer com que o público seja incapaz de compreender as tecnologias e os métodos utilizados para seu controle e sua escravidão. "A qualidade da educação dada às classes sociais inferiores deve ser a mais pobre e medíocre possível, de forma que a distância da ignorância que paira entre as classes inferiores e as classes sociais superiores seja e permaneça impossível para o alcance das classes inferiores (ver 'Armas silenciosas para guerras tranqüilas')".

 

8- ESTIMULAR O PÚBLICO A SER COMPLACENTE NA MEDIOCRIDADE. 

Estimular o público a achar que é moda o fato de ser estúpido, vulgar e inculto...

 

9- REFORÇAR A REVOLTA PELA AUTOCULPABILIDADE

Fazer o indivíduo acreditar que é somente ele o culpado pela sua própria desgraça, por causa da insuficiência de sua inteligência, de suas capacidades, ou de seus esforços. Assim, ao invés de rebelar-se contra o sistema econômico, o individuo se auto-desvalida e culpa-se, o que gera um estado depressivo do qual um dos seus efeitos é a inibição da sua ação. E, sem ação, não há revolução!

 

10- CONHECER MELHOR OS INDIVÍDUOS DO QUE ELES MESMOS SE CONHECEM.

No transcorrer dos últimos 50 anos, os avanços acelerados da ciência têm gerado crescente brecha entre os conhecimentos do público e aquelas possuídas e utilizadas pelas elites dominantes. Graças à biologia, à neurobiologia e à psicologia aplicada, o "sistema" tem desfrutado de um conhecimento avançado do ser humano, tanto de forma física como psicologicamente. O sistema tem conseguido conhecer melhor o indivíduo comum do que ele mesmo conhece a si mesmo. Isto significa que, na maioria dos casos, o sistema exerce um controle maior e um grande poder sobre os indivíduos do que os indivíduos a si mesmos.

 

Retirado daqui (facebook: F.Louçã)
-publicado por M. M. Oliveira em 2dedosprosaepoesia2



Publicado por Xa2 às 00:08 de 08.09.10 | link do post | comentar |

1 comentário:
De comentários... a 8 de Setembro de 2010 às 11:03
-Tenho a certeza de que José Sócrates já leu isto. Estes 10 conselhos já foram implementados há anos...
-Muito bom!
-Mas neste aspecto acertou na mouche! Todos os politicos seguem estes "conselhos" à esquerda e à direita...
- Realmente, gigante esta análise...
- está muito bom o texto, apesar de esta tradução ser uma treta - há várias coisas que não batem certo.
...
-a tradução é péssima, de facto...mas o estilo é Chomsky sem dúvida, eu própria já traduzi artigos dele...
- Isto é o que se passa nas nossas TV's, na publicidade, na política,na visa social, etc., etc.
O ponto 2 reflecte bem o que se está a passar nos dias de hoje e explica taxativamente o porquê da "crise".
O p...onto 3 há muito que está a ser aplicado e já denunciado numa revista que li (se não me engano na SUPERINTERESSANTE, comentado por um articulista, falecido recentemente).
O ponto 7, já eu o digo há muitos anos que se está a praticar em Portugal, com objectivos óbios (nada melhor para um governo "governar" a seu bel-prazer que um povo inculto), e nunca li, nem esta obra, nem este autor.
O ponto 9 tb acontece muito nas sociedades neo-liberais e muito em especial onde prevalece o capitalismo "moderno" com a avaliação humana, como se fôssemos máquinas (de produzir), onde o seu impacto mais nocivo será o suicídio.....
Acorde amigo Paulo Silva, a TV Globo é apenas um pontinho no mundo!
-Tomara eu têr esta capacidade e conhecimento...Se n é assim, anda lá perto!
-um maravilhoso artigo! Bem haja Noam Chomski!!!
-Com todo o respeito pelo Sr. Chomsky, não disse nada de novo. Qualquer um, com dois dedos de testa, sabe apontar defeitos, enaltecer qualidades e encontrar soluções.
O problema reside no apontar, no enaltecer e no encontrar, porque passar d...a palavra à acção implica encarar o “touro” de frente.
Quem estiver minimamente informado, sabe fazer a destrinça entre a verdade e a mentira. Cantar de “galo”, qualquer um canta, mas só encantam, os manifestamente distraídos.
O mal deste mundo é haver muitos “salvadores” que só têm o dom da palavra, e muitos “iluminados” que brilham em toda a linha, porque o Sol quando nasce não é para todos.
Mas… sempre se aprende alguma coisa, quando os doutos abrem a boca.
-A senhora d. ...não está a falar de Chomsky, pois não? É que se vê logo que não conhece este senhor.Informe-se antes de falar, só lhe assentará bem.
-Obrigada, vou roubar, posso?
-reforço a ideia : " louvável mas incipiente ".
-Incipiente para uns e insipiente para outros.
-Dos 10 itens, 8 pouco ou nada me dizem. Mas há dois que são tão verdadeiros e antigos que me bastam:
O 1º e o 3º! Sem dúvida os usados actualmente com muita intensidade, e os que, para os distraídos, menos são perceptíveis.
-Já partilhei! E muito sinceramente agradeço a esses cabelinhos brancos!
-Sempre admirei Chomsky pela sua frontalidade, coerência e coragem!Parabéns! É fundamental termos um espírito crítico!
-grande dupla: Francisco Louçã/Noam Chomsky!
ACORDA CLASSE MÉDIA!
-Obrigadaaaaaaaaaaaaaaa
-Há longos anos que Noam Chomsky disserta e nos alerta para a manipulação dos media. Mas, em boa verdade, ninguém lhe nenhum, apesar da sua argumentação ser verdadeira e extremamente preocupante para o nosso futuro.
Vivemos numa época de vazio ideológico, sem sombra de espírito crítico, e é essa a nossa maior tragédia dos dias de hoje, não passamos de paus-mandados ao serviço das oligarquias que controlam todos os sectores da sociedade, porque simplesmente não reagimos.
-E temos também John Peers que disse...

"A informação que temos não é a que desejamos.
A informação que desejamos não é a que precisamos.
A informação que precisamos não está disponível”
...
e o safado do L.V. acrescentou....

“Às vezes, a única coisa verdadeira num jornal é a data”
Hasta La Vitoria Siempre
-O título deveria ser 10 medidas para a Nova Ordem Mundial - A NWO está tão próximo que quase lhe conseguimos tocar...
-Os mandamentos Bilderberg!
-Pode ser verdade que já tenha sido lido por muito "boa" gente, é bem provável.
A minha duvida consiste se foi lido, da mesma forma que eram lidos os manuais de Che Guevara para se combater a guerrilha.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO