1 comentário:
De IOLDiário a 13 de Setembro de 2010 às 11:08
Em altura de crise e de aperto do cinto, o Governo acabou por ceder às exigências das autarquias no que toca à admissão de trabalhadores. Os municípios conseguiram ficar isentos do cumprimento de limites à contratação e acabaram mesmo por recrutar mais 9.732 trabalhadores no último ano, de acordo com a edição desta segunda-feira do «Diário Económico».

Em Dezembro último existiam menos 17 mil trabalhadores na administração central. Mas se no pacote de austeridade do Executivo estavam inicialmente previstos cortes também no que toca à administração local, o Governo acabou por recuar nos seus propósitos. As sanções às autarquias que insistissem em contratar novos funcionários, através de penalizações nas transferências do Orçamento do Estado destinadas a esses municípios, caíram por terra no mês passado.

Veja o desenvolvimento da notícia na Agência Financeira



Comentar post