De Parar esta (des)orientação direitista !! a 8 de Outubro de 2010 às 14:24
CGTP e UGT unidas numa greve geral em Novembro

Há 22 anos estas duas confederações sindicais marcaram uma greve geral, em separado, contra o pacote laboral do governo de Cavaco Silva.

Ontem, deram um passo adiante e, pela primeira vez, Carvalho da Silva e João Proença decidiram entregar um pré-aviso de greve, em conjunto, contra as medidas já anunciadas pelo governo de José Sócrates.

A direita esfrega as mãos e diz que não é pela greve geral que o governo deve recuar. De algum modo, embora demarcando-se, incita o governo a não ceder em nada.

A situação económico financeira do país é grave. Todos reconhecem.

Mas, a maioria do país está em desacordo profundo com as medidas anunciadas pelo governo para debelar essa crise.

A sociedade civil de um modo geral considera que #####
são sempre as pessoas de menores recursos, a classe média/baixa sobretudo, a pagar e que os governos têm medo de enfrentar os mais poderosos e os de maiores recursos económicos.
#####

Se a direita estivesse no governo, a situação ainda seria mais a matar.

Mas, não deixa de ser verdade que competia a um governo PS um maior diálogo com a sociedade civil para o encontro de soluções que conduzissem a uma repartição mais equitativa dos custos da crise, mas parece não haver sensibilidade social.

Não o fez, não o faz e e dessa forma está a perder o pé e a criar condições propícias para que o poder se desloque para os partidos de direita.

As centrais sindicais, não tenho dúvidas, vêem que a situação pode ainda piorar mas dada a actuação do governo têm todas as razões, direi patrióticas, para promoverem a greve geral para fazer parar esta orientação.

# posted by Joao Abel de Freitas, PuxaPalavra, 8.10.2010


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres