O PCP sempre ao Lado das Ditaduras Comunistas

 

 

            A posição do PCP de crítica ao Comité Nobel que deu o Prémio Nobel da Paz ao dissidente e opositor chinês Liu Xiaobo é uma amostra da verdadeira face totalitária daquele partido que aqui se diz defensor das liberdades, mas esteve e está sempre, sempre, ao lado das piores ditaduras do Planeta.

            O PCP é amigo fraterno das ditaduras monárquico-comunistas de Cuba e Coreia do Norte e também grande amigo da ditadura capitalista-comunista-esclavagista da China.

            Os comunistas portugueses nem repararam que foi um militante comunista que recebeu o Prémio Nobel da Literatura, Saramago, o que prova que o Comité Nobel não se orienta por razões políticas, mas sim por valores superiores dos direitos humanas e da verdadeira Paz.

            O PCP não percebe que uma ditadura, comunista ou outra, é uma guerra permanente de uma restrito grupo de pessoas contra o seu povo e, no caso da China, é uma censura total a todos os meios de comunicação, incluindo a Net e é a Kalashnikov apontada a todo o chinês que proteste e foi o esmagamento pelos tanques do protesto pacífico dos estudantes na Praça de Tienamen. Milhares desses estudantes acabaram assassinados em campos de concentração, ditos de reeducação ou trabalho forçado.

            As três ditaduras da China, Coreia do Norte e Cuba são guerras permanentes em que os militares e os civis em uniformes militares mandam sob a força das armas. Tanto Castro como o seu irmão governaram sempre em farda de combate a mostrar que estão em guerra, o mesmo acontecendo com os ditadores monárquicos da Coreia. Na China, os ditadores já vestem fato e gravata, mas o Comité de Defesa que manda nos militares e polícias é o principal órgão de poder da China. São cerca de 20 pessoas a mandarem sem legitimação democrática sobre cerca de 1.400 milhões de cidadãos.

            As democracias são a Paz. As diferenças de opinião revelam-se nos debates públicos nos meios de comunicação e no parlamento e, mesmo, nas manifestações livres e sempre pacíficas nas ruas. A polícia está nessas manifestações para facilitar o percurso e fechar certas vias ao trânsito automóvel para permitir aos manifestantes exprimirem livremente o seu pensamento. Nalguns casos, a própria polícia também se manifesta pelos seus direitos. Acontece isso na China, na Coreia do Norte ou em Cuba?

            Nas democracias, o exercício do poder resulta de eleições livres, sendo os respectivos detentores sujeitos a anos e anos de críticas, mesmos as mais injustas como a de pretender que Sócrates é o causador da atual crise mundial, ou dos seus reflexos neste pequeno país que é Portugal.

            São posições deste tipo a favor das ditaduras que impediram ao longo de 35 anos que o PCP obtivesse uma só vez uma maioria para governar. Praticamente nunca passou dos 10% em todas as eleições, mesmo quando cobardemente esconde a foice e o martelo e veste-se com as cores da CDU.

            A China comunista-esclavagista convidou a visitar o seu país o neto de Kim Il Sung, o novíssimo general de 27 anos e sucessor do pai no poder, reconhecendo assim o processo de sucessão monárquica para a terceira geração dos monarcas líderes do Partido Comunista. Claro, não houve eleições, nem as há. Se houvesse, seria para o PCC ganhar por 99,9%.

            Os comunistas portugueses não reconhecem que o desemprego em Portugal e na Europa resulta da exploração do trabalhador chinês a menos de 50 cêntimos à hora. Isso serviu para fazer a economia crescer e criar mais de uma centena de milhares de milionários, mas esmagou na miséria os trabalhadores e os mais de mil milhões de rurais, obrigados a vender os seus produtos aos preços que o Governo quer.

 

            Em Portugal, Jerónimo e Carvalho da Silva organizam uma greve geral, mas exigem que o Mundo respeite o direito dos ditadores chineses de proibirem toda a atividade sindical na China sem perceberem que, no fundo, a greve geral em Portugal não pode deixar de ser contra a China Esclavagista, pois a indústria portuguesa não pode competir contra o trabalho escravo chinês.

            Toda a crise portuguesa tem como origem a ditadura chinesa e até o reforço do euro deve-se ao fato de os chineses estarem a fazer compras de grandes empresas na Europa para se apoderarem da tecnologia mais moderna sem que os governantes como a Merkel e outros imbecis se apercebam disso.

            Unidos, capitalistas e comunistas, contra os trabalhadores em todo o Mundo, sem que um Jerónimo ou um Carvalho da Silva tenham inteligência suficiente para o reconhecerem.

 



Publicado por DD às 21:53 de 11.10.10 | link do post | comentar |

2 comentários:
De Zé T. a 12 de Outubro de 2010 às 09:57
Parcialmente DD tem razão, especialmente sobre a Coreia do Norte (RPC), a China (RPC), ... e o PCP na indefensável defesa destes regimes.

Quanto às culpas do regime Chinês, o seu regime/dirigentes comunista-capitalista-'esclavagista' faz um terrível 'dumping' social, ambiental, comercial e manipulação cambial/financeira !!.

Porém, sobre a crise e tudo o que de mal existe em Portugal, na UE e na OCDE é que a visão de DD é distorcida ...
pois também existem outros CULPADOS para 'isto' :
- os sem-pátria super-gananciosos banqueiros e especuladores; ...
- os nossos muito maus/incompetentes/vendidos dirigentes políticos e empresariais (de Portugal e da UE) !!
- o rebanho de acéfalos e medrosos seguidores ou sabujos comprados por tachos e tachinhos...
- e os eleitores que neles votaram (ou se abstiveram deixando que outros decidissem por si) e não lhes exigiram contas e responsabilidades (políticas, civis e criminais).



De DD a 14 de Outubro de 2010 às 21:21
A China tem um PIB per capita de um pouco mais de 10% do português e poupa 50% do seu PIB, o que torna o retorno para os trabalhadores e camponeses ainda menor.
Um economista da Universidade Católico elogiou essa poupança na SIC, dizendo que os portugueses só poupam 8%. Fiquei admirado, 8% é quase o nosso défice.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO