De Valorizar as PESSOAS na UE. a 21 de Outubro de 2010 às 10:31
Vitória para a igualdade na Europa

[Publicado por AG, Causa Nossa, 20.10.2010]

O PE aprovou hoje o relatório de Edite Estrela com propostas legislativas que alargam o periodo de licença da maternidade na UE das actuais 14 para as 20 semanas, pagas por inteiro, e reforçam a protecão e segurança das mães no local de trabalho.

O relatório propõe também licenças de paternidade de duas semanas integralmente pagas.
Não se trata apenas de uma grande vitória para a igualdade de género na UE, mas de promover a saúde e segurança das mulheres e também de estimular a natalidade, numa Europa em perigoso declínio demográfico.

É uma importante contribuição para a Europa sair da crise por cima, com estímulo à economia VALORIZANDO o factor TRABALHO (contra as receitas neo-liberais que prevalecem e tudo subordinam ao factor capital),
com medidas de apoio aos cidadãos - e em particular a mais de metade deles, as mulheres.

Em 2009 este relatório viu a sua aprovação adiada por arrostar com a oposição da direita mais retrógrada, em convergência com a relutância de alguns governos e forças políticas que se dizem socialistas/trabalhistas (através de eurodeputados que se prestam a ser sobretudo correias de transmissão no PE).
Em 2010, a vitória não estava assegurada, foi preciso negociar, fazer compromissos, mas ainda assim arriscar. Arriscou-se, ganhou-se. Foi uma vitória saborosa e sobretudo bem merecida. Por Edite Estrela. E por todas nós, as mulheres na Europa.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres