De Fumo negro e bocas no trombone a 27 de Outubro de 2010 às 11:44
A confirmação que Eduardo Catroga acaba de fazer e já se sabia, numa demagógica e desonesta comunicação politica, o fumo é negro, demasiadamente negro.

Pelos vistos, isto vai mesmo rebentar. Será que rebenta?

Terão alguma coisa a ver com o rebentamento as declarações de P. Vitorino que meteu a boca no trombone, a propósito da face oculta?

O futuro o dirá!


De anónimo a 27 de Outubro de 2010 às 12:52
«Quando a ordem é injusta,
a desordem é já um começo de Justiça»
-R.Rolland

chega de 'paninhos quentes' e de não-transparência (porque todos têm 'telhados de vidro'... e muitas culpas no cartório)

a ver se os banqueiros também pagam alguma coisa, já que foram eles os grandes causadores da crise...
e os administradores/ gestores das grandes empresas...
e os juízes, e os diplomatas, e os professores universitários, e os inspectores, e ...
...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres