Precários: BASTA de usar e deitar fora !!

A jornalista São José Almeida é autora de um excelente artigo no Público de hoje sobre os jovens precários. Fala dos movimentos que procuram organizar estes trabalhadores que de algum modo se parecem ao proletariado de outros tempos!

    As famílias, que são muitas, que têm jovens trabalhadores precários, alguns já com décadas, sabem de que drama ou dramas estamos a falar. Assim:
    Ser precário é um drama para a família: efectivamente ter um membro da família a trabalhar com um vínculo que vai acabar é ter a angústia de não ter meios para o apoiar quando estiver no desemprego. Desemprego que pode ter ou não subsídio! E quando irá ter novo trabalho?
    Ser precário é um drama pessoal. Toda a vida é precária, até o amor é precário! Não podem existir planos de vida pessoal nem familiar. As alternativas são o desemprego ou a emigração, quase sempre também precária!
    A precariedade pode ser também um caminho para a doença, nomeadamente para a depressão! Espanha e Portugal são países com muita precariedade e muitas doenças do foro psicológico.
    A precariedade cria um estado de espírito, uma cultura e alimenta um tipo de empresa de natureza predadora! Usar e deitar fora!

    Esta empresa está ao serviço do moderno capitalismo que cada vez mais funciona com um tipo de gestão baseada na pressão e em objectivos que não estão ao alcance do trabalhador e que serve o máximo lucro do accionista. O trabalhador sente que por mais que se esforce não consegue alcançar os objectivos traçados pela chefia! Fica nas mãos dos chefes e gestores. Começa a duvidar das suas capacidades e de si próprio!
    Estas empresas pressionam frequentemente para despedir os trabalhadores efectivos e recorrer em seguida aos temporários.
    Mesmo sob ponto de vista económico a precariedade não é boa para os estados. A saúde e a segurança social recolhem menos receitas e vão gastar mais com a saúde e subsídios de desemprego quando existem!
    Esta sociedade a tratar assim a gente nova não vai ter futuro!  Serão os próprios jovens que virão para a rua dizer  BASTA !



Publicado por Xa2 às 00:35 de 23.11.10 | link do post | comentar |

1 comentário:
De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 23 de Novembro de 2010 às 11:19
Alguém disse um dia que o problema numa democracia é não haver democratas.
Nunca, como hoje, esta afirmação me pareceu tão acertada.
Qual a solução?
Um dos problemas nas touradas é quando os touros são mansos.
Qual a solução?
Certo é que as touradas com touros mansos, mais dia menos dia, irão acabar.
E as democracias? Sem democratas...
Ou como diria um amigo meu: Hum, h u u u m m... !


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO